Restaurantes em Vancouver

    A culinária de um país é definida por suas influências culturais. O hábito alimentar traduz a identidade do local e é baseado em costumes dos seus antepassados. O Canadá, segundo maior país do mundo, em extensão territorial, possui referências dos seus ancestrais indígenas, além de seus colonizadores franceses e britânicos. As influências gastronômicas dos povos chineses, judaicos e italianos também contribuem para sua cultura alimentar. Essa infinidade de estilos faz de Vancouver um dos melhores destinos gastronômicos mundiais. Alguns dos Chefs mais reconhecidos possuem restaurantes na cidade, um deles é o aclamado Jean Georges. No segundo andar do Shangri-Lá Hotel, está o Market. O restaurante é vencedor na categoria Dinner´s Choice Winner do Tripadvisor e se mantém no topo desde então. O bar da entrada é uma ótima opção para drinks e aperitivos, mas a habilidade do chef é comprovada na seleção de pratos principais. Algumas criações simples são transformadas em uma verdadeira explosão de sabores. O filé de salmão real com purê de batata foi a minha escolha, o que parecia ser um prato comum, transformou-se em algo extraordinário, pois é finalizado com trufas negras, ingrediente de origem francesa. Seguindo a linha de chefs celebridades,Hidekazu Tojo lidera a categoria. O que o diferencia é a experiência do chef no bar de sushi e o fato de ser um dos pioneiros no uso de frutos do mar na comida japonesa. O Tojo´s atrai conhecedores de todas as regioes e  a experiência vale cada centavo.

Market montagem

    Agora, se você é fã de comida italiana não deixe de conhecer o Cin Cin, certamente será uma noite memorável. O restaurante fica na badalada rua de compras Robson St. e possui um menu variado, complementado por uma reconhecida carta de vinhos. Para a entrada, não deixe de pedir as pizzas assadas no forno à lenha. O clima aconchegante e intimista traduz muito bem o modo de servir dos canadenses.

    É no bairro de Gastown que se concentram ótimas opções de almoço e jantar. O Flying Pig é um dos melhores endereços no local. Se engana quem pensa que haverá muitas opções de pratos feitos com carne de porco. O nome irreverente do restaurante possui uma história curiosa. O proprietário do lugar, quando novo, trabalhou para uma detestável chefe de cozinha. O destrato com ele era tanto, que após alguns anos, resolveu sair e abrir o seu próprio restaurante. Otimista, quando foi embora, anunciou à patroa que o restaurante dele seria muito melhor, e sabe o que ela respondeu? “Nem se porcos voarem”. Eis que surge o criativo nome. Inovação define muito bem o local, os alimentos são preparados com uma mistura de produtos orgânicos e especiarias. Outra opção no bairro é o clássico The Old spaguetti Factory. Seu preço é acessível (comparado às outras opções). Porém, em face do custo-benefício, as filas são muito comuns. O ponto alto fica para decoração do local, predomina o estilo vintage condizente com a identidade do bairro.

flying pig

DSC02537

DSC02542

DSC02800

Acredito que conhecer restaurantes é uma excelente forma de absorver a cultura local. A gastronomia canadense foi algo surpreendente, uma mistura de bom atendimento e excelente produtos para elaboração dos pratos. E você, viajante, conhece algum desses restaurantes? Conte sua experiência!

PS. Bon Voyage!

Deixe um comentário