Dicas roteiro – Itália * Eslovenia * Croácia

_DSC1139     Quem me acompanha pelo instagram (@ps_bonvoyage) sabe que acabei de fazer uma viagem por algumas cidades da Itália, Eslovênia e Croácia. Quando comecei a planejar esse roteiro, pensei em fazer uma viagem de carro e ter a oportunidade de conhecer cidades menores e vilarejos durante o caminho. Acredito que esse modelo agrega muito no valor cultural e cria novas experiências. O total da minha jornada foram mais de 1.000 quilômetros rodados, durante 13 dias, e inúmeros vilarejos descobertos. Abaixo compartilho com vocês detalhes da minha viagem:

roteiro_europa    Vocês já devem ter percebido que sou apaixonada por calor e praia. Viajar durante o verão europeu pode não soar tão animador pelo fato de tudo estar lotado e mais movimentado. Realmente isso não é conversa fiada, no entanto uma viagem bem planejado pode trazer benefícios e uma definição com antecedência gera muitas benfeitorias ($) para o seu roteiro. Comecei a elaborar essa viagem com três meses de antecedência, uma boa margem de segurança para encontrar bons preços. Já havia recebido ótimas indicações sobre a Eslovênia e “combinar” o destino com a Itália e Croácia parecia bem interessante. Com isso, a minha primeira definição foi o aéreo. Após muitas pesquisas, comprei as passagens pelo site da Expedia com chegada em Bérgamo (Itália) e retorno por Dubrovnik (Croácia). A cia aérea utilizada foi a Lufthansa, sempre uma ótima experiência. O primeiro carro já foi alugado no aeroporto de Bergamo (sem antecedência). A locadora Avis ofereceu o melhor preço para um carro simples (modelo Smart) e no total foram EUR 200,00 para 4 dias com o carro.

    A primeira parada foi em Lago Di garda, vilarejo italiano entre as cidades: Milão e Veneza. O local preserva ares de interior e o lago possui o título de maior do país. Ao seu redor, inúmeros vilarejos formam uma paisagem convidativa para dias de muito descanso. A minha base foi a cidade de Gargnano, situada ao lado leste do lago. Optei em ficar hospedada no topo das montanhas e o Lefay Resort foi o hotel escolhido. Já havia visto muitas fotos do local e por incrível que pareça, superou todas as minhas expectativas (em breve, faço um post sobre o hotel). Durante três dias percorri algumas cidades como: Limone Sul Garda, Riva del Garda, Malcesine e Sirmione.

_DSC0133 _DSC0163 _DSC0174 _DSC0214

    Outra cidade visitada na Itália foi Veneza. O local mundialmente conhecido por seus canais e romantismo foi um ponto estratégico antes de seguir viagem para a Eslovênia. Em seu centro, não é permitido utilizar veículos. Com isso, devolvi o carro no aeroporto e retirei outro somente quando peguei estrada. Como os países fazem parte da União Européia, transitar entre as cidades é livre. Portanto, não há necessidade de visto e passar pelo “controle de passaporte “. A chegada a Eslovênia foi tranquila e o país, com título de terceiro menor da Europa, me surpreendeu com tamanha beleza.

_DSC0355 _DSC0412

_DSC0475    Por fim, a Croácia foi a nossa última parada. Por questão de tempo, utilizamos avião para ir de Zagreb a Split (cidade portuária). O trajeto de 400 quilômetros também pode ser realizado de carro e o grande beneficio é apreciar a beleza da estrada. O voo domestico foi comprado direto pelo site da Skyscanner e realizado pela cia aérea Croatia Airilnes. O voo é muito curto, duração de 40 minutos e ajuda dar uma pitada de emoção na viagem por se tratar de um monomotor. A cidade de Split é o portao de boas vindas do mar Adriático e de lá partem muitos barcos para as famosas ilhas Hvar e Brac. O trajeto é realizado pela empresa Jadrolinija e custa 55,00 Kunas (moeda local) por pessoa. Infelizmente não é permitido comprar pelo site.

_DSC0793 _DSC0795

_DSC0849 _DSC1290

Abaixo compartilho mais detalhes dos hotéis que fiquei hospedada nessa viagem. Nos próximos posts, comento sobre cada lugar visitado e as minhas dicas do que fazer em cada região.

Ficha técnica:

Lefay Resort – Lago di Garda

NH Palazzo Barocci – Veneza

Grand Hotel Union – Liubliana

Esplanade Hotel – Zagreb

Adriana – Hvar

Dubrovnik Palace – Dubrovnik

PS. Bon Voyage!

5 comentários

  1. Gilmar de melo em Responder

    estou indo para a italia e tambem começarei minha viagem pelo lago de garda, terei 4 dias entre garda e veneza de onde tomarei um avião para roma. Como você acha que devo dividir esses dias? devo pernoitar em verona, por exemplo?
    Muito obrigado e muito sucesso em seu blog!!!

    1. Priscila em Responder

      Ola Gilmar,

      Minha sugestão é quebrar o roteiro com dois dias para o Lago di Garda e dois para Veneza. A viagem ficará um pouco corrida, mas acredito que não vale a pena dormir em Verona. A cidade fica no meio do caminho e seu centro é bem compacto. Você consegue conhecer os principais pontos em uma manhã e seguir para dormir em Veneza (fiz isso e foi válido!). Espero ajudar!

  2. Claudia em Responder

    Fotos liNdissimas
    Vontade de conhecer esses lugares belos

  3. Paula em Responder

    OLA! eu e meu namorado estamos querendo fazer croacia no verao de 2015 e estamos tendo problemas com questao deslocamento.
    nosso aviao chega em zadar e gostariamos de conhecer split, hvar e dubrovnik. qual seria sua sugestao para nós?

    desde ja, muito obrigada

  4. Marj em Responder

    Olá, seu roteiro esta muito bom!! adorei o blog!!

Deixe um comentário