Arquivo mensal: May 2015

Dossiê Lua de Mel

    A lua de mel é considerada uma das viagens mais importantes da vida de um casal. Um momento emblemático que celebra uma nova fase e que fica marcado para sempre na memória. Claro, que são inúmeros motivos que fazem dessa viagem algo especial, mas a escolha do roteiro é um ponto fundamental. Costumo dizer que o melhor roteiro de uma lua de mel é quando existe destinos contrastantes, ou seja, lugares com propostas diferentes e que proporcionam experiências variadas. Dessa maneira, fica mais fácil agradar duas pessoas e se o casal tem mais de sete dias livres, vale investir nesse formato! O objetivo desse post é mostrar os clássicos (aqueles destinos que estão nos sonhos dos noivos) e também algumas combinações inusitadas que podem dar certo ;) 

    Antes de falar sobre os destinos, algumas dicas para a definição do destino:

1) Qual é o perfil do casal? Converse muito com o seu parceiro antes de definir o roteiro. Lembre-se que a lua de mel não é uma viagem especial para o noivo ou noiva, mas sim do casal. Essa conversa definirá se a viagem será mais aventureira, romântica, de descanso ou uma mistura de tudo! Uma dica é cada um escrever uma lista com cinco destinos que gostaria de conhecer e depois comparar as semelhanças!

2) Disponibilidade de tempo? Seychelles, Maldivas e Polinésia Francesa são os destinos mais procurados para lua de mel, no entanto são lugares que exigem um tempo maior para um melhor aproveitamento. Vale pensar que destinos exóticos são mais complexos por conta de tempo de deslocamento.

3)Orçamento bem definido? Um dos fatores principais! Tenha em mente quanto pretende gastar na viagem. A Lua de mel pode ser a viagem mais importante do casal, no entanto ninguém precisa se enfiar em dividas para satisfazer os desejos do companheiro (a). Uma recomendação é organizar a viagem com no mínimo seis meses de antecedência, período em que é possível encontrar bons preços em passagens aéreas e hospedagens. 

  • POLINESIA FRANCESA (BORA BORA)

top-honeymoon-destinations-hilton-bora-bora.rend.tccom.616.462

A Polinésia francesa é atualmente a ilha mais visitada do Oceano PacÍfico e faz parte do imaginário dos casais, afinal foi lá que nasceu o modelo de hotéis sobre a água – algo como palaphita chic

Quando ir? Entre Maio e Outubro, período mais seco e com poucas chuvas.
Quem se interessa? Atrai pessoas que buscam conhecer cenários paradisíacos, bons pontos de mergulho e diferentes culturas.
Onde se hospedar? Intercontinental Bora Bora 

Dica: Vale combinar na mesma viagem uma road trip pela Califôrnia. No aeroporto internacional de Los Angeles (LAX) é possível encontrar voos diretos para a capital Papeete com duração total da viagem de sete horas.

  • MALDIVAS

Quando ir? Durante o ano todo tem sol, no entanto vale ficar atento para a época de monções (com fortes ventos e chuvas) de Maio a Novembro.
Quem se interessa? Casais que buscam dias de descanso e aproveitar toda infra-estrutura que o hotel pode proporcionar.
Onde se hospedar? Gili Lankanfushi considerado o melhor hotel do mundo pelo site do Tripadvisor em 2015. Outra opção é o Cheval Blanc Randheli hotel do grupo Louis Vuitton com apenas 43 vilas e muita exclusividade. 

Dica: Para fugir do roteiro tradicional, vale combinar a cidade multicultural Instanbul (Turquia) com alguns dias nas Maldivas. O companhia aérea local Turkish Airlines opera voos diários para a capital Malé.

  • HAWAII

four-seasons-hualalai

Com bastante frequência no topo da lista dos melhores destinos para a lua de mel, o Havaí é um lugar repleto de belezas naturais que une praias maravilhosas e uma rica cultura do povo polinésio.  

Quando ir? Durante o ano todo tem sol, no entanto o mar é mais quente entre Abril e Novembro.
Quem se interessa? Casais que buscam dias de descanso e que gostariam de incluir uma dose de agito no roteiro
Onde se hospedar? Um hotel especializado em casais de lua de mel, esse é o Four Seasons Resort Hualalai. No local, é possível desfrutar de uma piscina somente para adultos e reservar um jantar romântico a beira mar. O hotel tambem oferece um pacote para os casais em lua de mel – Ultimate Honeymoon Package que inclui: carro alugado durante a hospedagem, café da manha privativo e spa. Tem mais algumas dicas de hospedagem (AQUI)

  • ZANZIBAR

_DSC4174

Bonito, tranquilo e romântico, essa é a descrição de um paraíso africano que pode ser combinado tranquilamente com um safári.

Quando ir?  Durante o ano todo tem sol, no entanto vale evitar a época com mais chuvas entre os meses de Março a Maio.
Quem se interessa?
Casais aventureiros que buscam um experiência marcante durante a lua de mel. 
Onde se hospedar?
White Sands Luxury Villas (Tem relatos da nossa experiência AQUI)

Dica: O Serenguetti é a principal reserva na Tânzania. Vale combinar no mesmo roteiro alguns dias no safari. A cia aérea Air Excel oferece voos diretos para o aero de Arusha (1h30min) cidade mais próxima da reserva. 

  • SEYCHELLES

Relaxing-Presidential-_0

Quando ir? Maio a Outubro, época de poucas chuvas.
Quem se interessa? Casais que queiram combinar no mesmo roteiro uma experiência na praia e safari. 
Onde se hospedar?  
Le Domaine de L’Orangeraie Resort and Spa  é uma das melhores opções na ilha privativa La Digue, com quartos espaços e o melhor restaurante da ilha. Outra sugestão é o Banyan Tree Seychelles mais exclusivo e não aceita crianças.

Dica: Todos os voos para a Africa são operados pela cia aérea South African e com chegada na maior cidade da Africa do Sul Joanesburgo. Vale combinar no roteiro um safari em Botswana ou para a região vinicola de Cape Town. 

  • SANTA LUCIA, CARIBE

Com a incrivél Jade Moutain como pano de fundo, Santa Lucia é um destino mais exótico no Caribe e que prioriza a exclusividade. A maioria de seus hotéis são pequenos (salvo exceções como os da rede Sandals) e investem em um decorações eco chic sustentável.  

Quando ir? A estação seca de Janeiro a Abril é a melhor época para visitar a ilha caribenha. 
Quem se interessa? Casais que buscam belezas naturais e alguns passeios como trilhas e trekkings em montanhas aliados a dias de descanso
Onde se hospedar?  Ladera Resort é um dos hotéis mais iconicos da ilha com quartos com vista para o mar do Caribe.

  • LIZARD ISLAND, AUSTRALIA

Lizard-Island3

Votado como um dos dez melhores resorts do mundo, Lizard Island é um paraíso natural. A ilha é um Parque Nacional, protegido e exclusivo, com apenas um resort, 40 acomodações e 24 praias de areia branca, cujo acesso está restrito a seus hóspedes

Quando ir? Os melhores meses são entre Novembro e Março (verão)
Quem se interessa? Casais que buscam belezas naturais e alguns passeios como trilhas e trekkings em montanhas aliados a dias de descanso
Onde se hospedar? Lizard Island – o unico resort na ilha. 

  • SUMBA ISLAND, INDONÉSIA

005406-21-beach-umbrellas-infinity-pool-ocean-mountains-view

Bali certamente é um dos destinos mais famosos da Indonésia, no entanto o arquipélago de Sumba Island é um lugar ainda pouco movimentado e com praias de águas cristalinas. Um lugar com uma atmosfera especial!

Quando ir? A estação mais seca entre os meses de Abril até o final Setembro (Vale ficar atento para o período de monções – não indicado para visitar – a partir de Novembro até Janeiro. 
Quem se interessa?
 No resort exclusivo na ilha Nihiwatu Resort

  • italia

A Itália é um dos países mais explorados para viagens românticas e o lugar ideal para uma viagem de carro. No local, é possível encontrar belas praias, ótimos restaurantes e vilarejos tão pequenos que são considerados exclusivos. Vale considerar a Toscana para belas paisagens, Costa Amalfitana para dias de descanso ou a região da Puglia com um litoral de tirar o fôlego e restaurantes renomados. 

Quando ir? Para dias de calor, a partir de Maio até Outubro
Quem se interessa? Casais que desejam incluir no roteiro vinícolas, gastronomia e programas culturais. Onde se hospedar?  Para dicas na Toscana, vale considerar o 
Rosewood Castiglion del Bosco em Montalcino ou Fonteverde Tuscan Resort & Spa. Na Costa Amalfitana, o hotel Santa Caterina na cidade de Amalfi é uma opção muito charmosa, assim como o Hotel Marincanto em Positano. Na região gastronômica da Puglia o hotel Borgo Egnazio é o lugar perfeito para finalizar o roteiro na Itália. 

  • GRECIA 

Se tem um destino na Europa que sempre vem em mente dos casais é a grécia. Com seu incrível por do sol e grande variedade de ilhas, a Grécia é um lugar que tem romantismo em seu dna e um cenário perfeito para as merecidas férias do casal. 

Quando ir?
Quem se interessa? Casais que buscam um roteiro clássico e repleto de belas paisagens.
Onde se hospedar?  Belvedere Hotel é uma ótima opção na ilha grega mais romântica: Santorini. Para sair do roteiro mais básico, vale incluir a ilha de Corfu e se hospedar no incrível Villa Iriti

  • DESERTO DO ATACAMA 

_DSC5680

Um dos últimos destinos que visitamos por aqui não pode ficar de fora da lista de lua de mel. Lugar completo, com atrações variadas e indicado para quem não tem muito tempo para viagem. 

Quando ir? Durante o ano todo (os meses mais frios são de Junho a Agosto)
Quem se interessa? Casais que não possuem muito tempo para a viagem e gostam de aventura
Onde se hospedar?  Tierra Hotel ( Tem um relato completo sobre o hotel AQUI)

PS. Bon Voyage!

10 viagens para fazer de trem

   Sem filas no ckeck-in, atrasos, malas despachadas ou qualquer prestação de conta – viajar de trem é a maneira mais prática e confortável quando o assunto é deslocamento. Sem o compromisso de dirigir um carro ou ficar algumas horas a bordo de um avião, o trem é um ótimo momento para dar uma pausa no ritmo da viagem, relaxar e admirar a paisagem ao redor. Muito comum na Europa, o transporte facilita a vida do viajante por aliar momento de descanso com visuais de tirar o fôlego. Se você esta em dúvida sobre o destino da próxima viagem, dá uma olhada na lista abaixo com dez opções de rotas cênicas em todo o mundo:

glacier_express_zermatt

Onde: Suíça

Vistas alpinas de tirar o fôlego são o cenário durante sete horas de viagem de um trem que liga Zermatt, Davos e St. Moritz, na Suíça. Em operação desde 1930, o Glacier Express percorre 291km e percorre por mais de 290 pontes e 91 túneis. O trem é relativamente pequeno, são apenas 6 vagões com vista panorâmica e teto de vidro. Dica: o Glacier Express é gratuito para quem tem o Swiss Pass (bilhete all-in-one para trens, ônibus e barcos em toda a Suíça).

Duração total da viagem: sete horas

rocky mountaineer

Onde: Canadá

Em meio a paisagens espetaculares, o Canadá é um dos lugares mais fascinantes para fazer uma viagem de trem. Para quem pretende visitar as famosas montanhas rochosas e as vinícolas canadenses, o luxuoso e confortável trem panorâmico rocky mountainner é o indicado. A Viagem tem duração de dois dias e o pacote inclui três diárias em hotéis parceiros da companhia. 

Duração total da viagem: dois dias

Onde: Alasca

Esta é uma das melhores maneiras de explorar as belas paisagens do Alasca. O passeio de trem, que opera de maio a setembro, permite que você aprecie vistas deslumbrantes a partir das janelas dos vagoes, com cúpula de dois andares ou uma varanda ao ar livre, enquanto viaja entre Anchorage e Fairbanks. As paradas são feitas no impressionante Parque Nacional Denali, Wasilla e Talkeetna.

Duração total da viagem: doze horas

Onde: Escócia

Com início na estação central da medieval Edimburgo, capital da Escócia, o trem The Royal Scotsman realiza diversos roteiros pelo país em diferentes épocas do ano. As viagens variam de duas noites a bordo, como a travessia de quase 870 km entre Dundee e Inverness, a sete noites com passagem pela West Highland Line, localizada na costa oeste da Escócia e considerada uma das rotas ferroviárias mais cenográficas da Grã Bretanha.

Duração total da viagem: a partir de duas noites

Onde: Noruega

Se você está na Noruega, além de curtir um clima gelado, poderá fazer a rota Oslo-Bergen e desfrutar de paisagens fora do comum, cortando a Noruega de lado a lado. O terreno recortado da Noruega vai te presentear com montanhas nevadas, lagos congelados, vales e cascatas pelo longo trajeto no país.

Duração total da viagem: 6h30min

The-Ghan-Train-HD-Wallpaper

Onde: Austrália

Este passeio de trem, que atravessa o coração da Austrália, percorre diversos pontos do árido deserto australiano. Saindo de Adelaide, uma das cidades mais fascinantes do país, o trem segue durante duas noites para Darwin, ao norte, passando por Alice Springs e Katherine e atravessa quase três mil quilômetros. O Ghan oferece cabines para dormir a bordo e refeições inclusas no pacote. A viagem é realizada uma vez por mês e começa a partir de 390 dólares (por pessoa).

Duração total da viagem: três dias

Onde: Peru

A clássica viagem até as ruínas incas de Machu Picchu a bordo do Hiram Bingham tem início pela manhã bem cedo e retorno no mesmo no final da tarde. Aperitivos, brunch e jantar são alguns dos serviços incluídos no bilhete.

Duração total da viagem: um dia 

sts7603_rz

O trem faz seu caminho ao longo do vale do rio Melezza, conectando a italiana Domodossola e a suíça Locarno. O nome foi dado por causa dos 100 vales que o trem atravessa ao longo do rio e as vistas incluem aldeias com casas de pedra, um tanto quanto italianas.

Duração total da viagem: três horas

Onde: Hungria e Turquia

Se sua ideia é conhecer melhor a Europa Central e Oriental, este trem confortável e estiloso é uma boa ideia. Os vagões de luxo levam os passageiros através da Hungria, Bulgária e Romênia até a cidade de Istambul.

 Duração total da viagem: uma semana

  • BELMOND GRAND HIBERIAN

Onde: Irlanda

A previsão de estreia é só no verão de 2016, mas o Belmond Grand Hiberian promete ser a primeira experiência ferroviária noturna de luxo do tipo no país, com planos para passeios rumo ao interior, a região costeira e as cidades mais turísticas da República da Irlanda e da Irlanda do Norte. 

E aí, viajantes, para onde vocês iriam? 

PS. Bon Voyage!

3º dia Atacama – Geisers Del Tatio

_DSC6031   Eram 4:50hs da manhã quando o despertador tocou para começar mais um dia no Deserto do Atacama. O terceiro dia era o mais aguardado do roteiro, afinal iríamos visitar os famosos Geisers del Tatio. Um passeio aclamado por todos os visitantes do Deserto do Atacama e que surpreende pelo seu fenômeno natural: um campo geotérmico repleto de “piscinas naturais” que em determinado momento entram em erupção devido as altas temperaturas do solo expelindo um vapor d’agua que pode chegar até 80 metros. Sim, parece até algo sobrenatural, mas faltou um detalhe importante: para isso acontecer é preciso ter uma temperatura ambiente bem baixa.

_DSC6026

    O tour para os Geisers del Tatio começa muito cedo, por volta das 06hs da manhã e, isso é necessário para acompanhar o inicio do fenômeno e o momento que o sol nasce. No entanto, além do horário, o passeio é considerado um dos mais crueis por conta do trajeto repleto de curvas e a altitude de 4480m. Pra se ter uma ideia a cidade de San Pedro do Atacama está a 2200m do nível do mar. Mas depois de alguns dias no Deserto, todas as recomendações são colocadas em prática: beber bastante água durante o caminho, não comer muito pela manhã e, claro, estar muito bem agasalhado.

    O clima no Deserto do Atacama pode variar muito, os meses mais frios são entre Junho e Agosto e o restante do ano possui temperaturas agradáveis intercaladas com períodos de chuva. No entanto, o termômetro espanta turista no Deserto são os Geisers Del Tatio, afinal durante o inverno a temperatura pode chegar até -15ºC. Visitamos o local durante o mês de Abril e posso dizer que a temperatura estava agradável, apenas 5ºC.

_DSC5962

    Caminhar pelo campo realmente impressiona, são cerca de 80 geisers espalhados em uma grande área. Alguns soltando uma pequena quantidade de vapor e outros com um jato que chegava a 20 ou 30 metros de altura. Mas em alguns minutos a situação se invertia e aquele géiser adormecido, começava a soltar uma grande quantidade de vapor e água. Confesso que fiquei impressionada ao ver o sol transformando a paisagem. A beleza é realmente indescritível. É diferente, bonito e mágico ao mesmo tempo. 

_DSC6010

    Na parte final do parque,  existe uma piscina natural, onde você pode tomar um banho e existem alguns vestiários disponíveis para se trocar, mas cuidado com suas coisas, uma vez que não existem armários para guarda-lás, assim evite levar objetos de valor, muito dinheiro e documentos, especialmente o passaporte.

    Após uma hora de caminhada, o Tierra Hotels serviu um café da manha completo para todos os visitantes. O clima já estava mais agradável e ficamos ao lado de uma piscina natural com água quente e cristalina: a água estava a uns 40ºC e a superfície coberta por algas .

_DSC6042

Informações gerais: Geisers El Tatio

• Aos que fecham a viagem com uma agência de viagem é necessário pagar um valor de $5.000 pesos chilenos a entrada no El Tatio. 

• E recomendado ir no banheiro logo na entrada, pois o campo não possui nenhuma estrutura.

• Frio: vá bem protegido para o frio. Se não tiver roupas especiais para baixas temperaturas, não deixe de colocar várias peças uma sobre a outra. Mais de uma meia, luva, gorro e uma jaqueta corta vento ou similar é super indicado. 

• Leve água, óculos de sol, boné/chapéu, roupa de banho e toalha (para o banho da piscina termal).

Acompanhe os outros posts aqui:
  • Primeiro dia no Deserto do Atacama (aqui)
  • Um oásis no Deserto: Tierra Hotel (aqui)
  • Segundo dia no Deserto: Lagunas Altiplânticas (aqui)

PS. Bon Voyage!

Restaurantes Miami

_DSC6497

    Foi se o tempo que uma viagem ao Estados Unidos não era sinônimo de uma experiência gastronômica. De alguns anos para cá, o cenário mudou: saiu de cena os lugares especializados em junk foods e entrou uma nova geração de restaurantes descolados e chefes com renome internacional. Sendo assim, acompanhar as novidades nas principais cidades é algo difícil, principalmente quando se fala em Miami. Visitei a cidade recentemente e selecionei para vocês uma lista que inclui os clássicos imperdíveis e alguns novos que vale a pena visitar.

 Clássicos:

  • Zuma

Referência na culinária japonesa contemporânea, o Zuma é o lugar que nao pode faltar em uma lista de restaurantes em Miami. Com um ambiente badalado e pratos bem elaborados, é o lugar para ir com amigos e apreciar uma boa comida. Fazer reserva pelo site do Opentable

270 Biscayne Blvd (Hotel Epic Miami) – $$$$ 

  • Juvia

Provavelmente o restaurante com a vista mais bonita de Miami. Localizado em uma antigo prédio garagem, é o lugar ideal tanto para o almoço ou jantar.

Lincoln Road Mall, 1111 – $$$ 

  • Casa Tua

Restaurante italiano com pratos fartos e bem elaborados! Vale sentar na área externa, uma delicia.

Casa Tua Hotel, 1700 James Ave – $$$ 

  • Il Gabbiano

Restaurante italiano bem tradicional localizado em Key Biscayne.

335 S Biscayne Blvd, Miami – $$$

  • Yardbird

Um dos clássicos especializado em comida sulista em Miami. Com um ambiente descontraído, é o lugar ideal depois de uma comprinhas pela Lincoln Road.

1600 Lenox Ave, Miami Beach – $$$

  • Joe’s Stone Crab

Um clássico de Miami e provavelmente o restaurante mais conhecido da cidade. Um lugar bem descontraído e sua especialidade são os frutos do mar, principalmente o caranguejo. Fique de olho nas datas porque só abre de Outubro a Maio.

11 Washington Ave, Miami Beach – $$

  • Smith & Wollensky

Localizado no South Pointe Park, um dos melhores restaurantes da cidade especializado em carnes e frutos do mar. O ideal é fazer um almoço mais tarde e apreciar o pôr do sol pela área externa.

1 Washington Ave, Miami Beach – $$$

_DSC6618 _DSC6607

  • Seaspice

Um dos restaurantes mais badalados de Miami. Especializado em culinária mediterrânea, tem um ambiente maravilhoso a beira de um canal. Indicado para almoço ou jantar!

422 NW North River Dr – $$$

 Novidades:

_DSC6836

  • 27 Restaurant & Bar

Um achado em Miami dentro do antigo hotel Indian Creek e atual Freehand Miami Hostel. Possui um ambiente bem descolado e uma comida caseira impecável. Me desculpe o clichê, mas nao tem como negar: bom, bonito e barato.

2727 Indian Creek Dr – $$

  • Bocce Bar

Especializado na culinária italiana, o Bocce Bar é uma das novidades em Midtown. O lugar segue uma tendência forte dos restaurantes em Miami: pratos pouco elaborados, sabores autênticos e ambiente descontraído. Lugar indicado para almoço e jantar!

3252 NE 1st Ave, Unit 107, Miami – $$$

  • Sugarcane raw bar and grill

Restaurante badalado com um conceito diferenciado: três cozinhas, cada uma contemplando um estilo especifico, mas todas preparando pequenas porções “tapas”.

3252 NE 1 st Ave – $$$$

_DSC6604

  • Michael’s Genuine Food & Drink

Um das melhores opções no Design District. Restaurante dentro de um galeria com um clima descontraído, mesas na calçada e pratos bem elaborados!

130 NE 40th St, Miami – $$$

  • Mandolin

Restaurante especializado na culinária grega e turca no bairro descolado de Design District. O ambiente é aberto e o ideal para um almoço longo e sem pressa!

2 nd AVE – Design District – $$

  • Lido Restaurant & Bayside Grill

Restaurante de frente para o mar, dentro do The Standard Spa Hotel, com um clima pool party e o ideal para drinks no fim do dia. Inspirado na culinária e estilo de vida Mediterrâneo, seu menu prioriza comidas saudáveis e naturais, como polvo grelhado, mezze árabe (com húmus e iogurte com pepino), tartar de atum e guacamole, entre outros. Para acompanhar, vinhos biodinâmicos!

40 Island Avenue – $$$

Mais algumas opções: Seagrape, Katsuya e Shikany.

 E aí, viajantes, qual é o restaurante favorito de vocês em Miami?

PS. Bon Voyage!

Honeymoon Spot: One & Only Palmilla

One and Only Palmilla - Mexico-1   Bem longe da badalação caribenha no México, existe um destino paradisíaco ainda pouco conhecido pelos turistas. Um lugar com paisagens de tirar o fôlego e que tem como principal atracão o mar! Sim, suas riquezas naturais ultrapassam fronteiras e, se você pensou em Los Cabos, acertou. Localizado na ponta da península de Baja California, considerado o ponto mais extremo da América do Norte, o destino concentra pontos ideais para mergulho, uma vida marinha fascinante e uma das praias mais bonitas do país – Playa del Amor (Lover’s Beach). Agora, tem como negar que é um destino super romântico indicado para lua de mel  ou qualquer outro motivo para ficar a sós?

     Los Cabos tem duas principais cidades. De um lado, Cabo San Lucas, vilarejo que abriga uma agitada vida noturna e uma concorrida marina de onde partem as embarcações para os principais pontos de mergulho. De outro, a quase 30 km de distância, a discreta San José del Cabo que preserva o lado colonial e traço forte da arquitetura mexicana. E encostado a esse ponto de tranquilidade está um dos resorts mais paradisíaco da região: One & Only Palmilla. A importante rede de hotéis fincou sua bandeira no local há alguns anos e, após um período de reformas, reabriu esse mês com um ambiente totalmente renovado! O resort conta com 173 suítes voltadas para o mar, com acomodações amplas e confortáveis. Cada quarto possui um mordomo exclusivo, algo que comprova o serviço acolhedor da bandeira One&Only. O hotel ainda conta com spa, campo de golfe, piscinas e quatro restaurantes voltados para a alta gastronomia mexicana e internacional: Seared, Água por Larbi e Suviche (com um menu exclusivo do badalado chefe Jean-George). Além disso, é um dos poucos resorts alto padrão com praia de areias brancas e mar quente, tudo por conta da supressa do destino: o Mar de Cortés e seus tons azulados que recortam o interior dessa península mexicana cuja variedade marinha foi alcunhada de “aquário do mundo” por  ninguém menos do que Jacques Cousteau.

One&Only-Palmilla_Beach baixa

O que fazer em Los Cabos?

    A maioria dos turistas chega à região em busca da dupla “sol e mar”, mas suas máquinas fotográficas voltam recheadas de imagens do El Arco, formações rochosas esculpidas pelo encontro do Pacífico com o Mar de Cortês. Não à toa, é mais uma relíquia natural a figurar na lista de Patrimônio da Humanidade. Se estiver por aqui no inverno (nosso verão), dê um pulo até a Baía Madalena e, com sorte, poderá ver de perto a procriação da baleia cinza. O mergulho nessa região é mais radical. Se na Riviera Maia a atração são os corais, em Los Cabos não se espante se cruzar com leões-marinhos, golfinhos e tubarões. Para quem busca uma atracão exclusiva, é recomendado pegar o carro e seguir para o iconico Hotel California, eternizado pelo grupo Eagles e que fica na baia de todos os santos. 

arco-los-cabos

Como chegar?

    Existe duas maneiras de chegar ao aeroporto internacional que fica próximo a cidade de  San José Del Cabo e recebe voos da Cidade do México (1h30 de viagem), San Diego (1h30), Los Angeles (2h), São Francisco (3h) e Nova York (5h). A Aeroméxico é a única companhia aérea que possui voos direto para o destino, outras empresas como American Airlines e US Airways contam com voos que fazem escalas em cidades como Houston, Los Angeles e Phoenix, todas em território americano. Se comprada com antecedência mínima de três meses, o valor da tarifa custa em media R$ 1.800,00 (saindo das principais capitais no Brasil).

PS. Bon Voyage!