A multicultural Istambul

_DSC7146   Visitar a maior cidade da Turquia, Istambul, é uma imersão a um lugar que exala história e cultura por todos os lados. Considerada a capital do mundo durante o império bizantino, seu território foi palco de grandes acontecimentos e sofreu muitas influências, mas soube, ao longo dos anos, absorver tais fatores com maestria, agregando cores, sabores, sons e aromas ao local. A metrópole tem um título oferecido a poucos: é o único lugar no mundo que tem seu território situado em dois continentes – Europa e Ásia. Além disso, essa divisão é feita pelo belo estreito de bósforo, deixando o lugar com um visual único e surpreendente. Visitamos essa cidade fascinante em nossa última road trip pela Europa e abaixo compartilho todos os detalhes:

    Chegamos à Turquia pelo principal aeroporto do país – Ataturk, em Istambul. Voamos pela cia aérea Iberia e tivemos uma breve escala na cidade de Madrid. Esse voo é uma ótima opção para quem busca preços mais competitivos na Europa, pois sempre aparecem grandes promoções, no entanto, outra opção, são os voos diretos oferecidos pela cia aérea Turkish Airlines – que acaba de ganhar como a melhor cia aérea da Europa e opera diariamente o trecho São Paulo – Istambul.

_DSC7060

    Ao sair do aeroporto o viajante já tem o primeiro contato com a loucura do trânsito em Istambul. Carros, motos, pedestres por todos os lados compõe o ambiente de uma cidade que tem todas as características de uma capital. Devido ao seu tamanho, escolher um hotel é um dos pontos mais difíceis no roteiro da viagem. São diversas opções de hospedagem que se dividem em grandes redes, hotéis luxuosos ou menores, estilo bed and breakfast. Grande parte das atrações turísticas concentra-se no bairro de Sultanahmet (conhecida como cidade antiga), no entanto não recomendo a hospedagem no local por ficar na contramão das melhores lojas e restaurantes. Um bairro recomendado é o Beyoglu, com fácil acesso a cidade antiga e próxima aos agitos noturnos. A dica é buscar hotéis situados próximo à Praça Taksim/Rua Istiklal como o Intercontinental ou CVK Park Bosphorus. Outra sugestão é o bairro Nisantasi com os melhores hotéis boutiques da cidade, uma dica é o The Sofa Hotel.  

_DSC7118 _DSC7152

    Dentre todas as opções, escolhemos ficar no bairro Ortokay que fica colado a ponte Galata e tem um fácil acesso aos principais pontos da cidade. O Vault Karakoy da rede House Hotel foi a nossa hospedagem durante os três dias em Istambul e tem um ambiente moderno, com quartos confortáveis e banheiro com ducha (sem aquela história de banheira). Na maioria dos hotéis em Istambul, o café da manha está incluso na diária e prepara-se para um verdadeiro banquete: pães, queijos, frutas, cereais e tudo que pode ser encontrado na culinária turca: charutinho, coalhadas, embutidos, entre outros.

_DSC7165 _DSC7162

_DSC7168   O transporte privado em Istambul é um assunto delicado. Por se tratar de uma cidade muito grande, o táxi na maioria das vezes é a opção mais prática para o deslocamento, no entanto, vale uma atenção redobrada pela má fama dos taxistas. Depoimentos negativos como troca de notas, taxímetro desligado ou mal tratamento são comuns, por isso vale ficar alerta: sempre tenha em mãos o cartão do hotel com o endereço, afinal poucos taxistas falam inglês, sempre sair com dinheiro trocado e não esqueça de conferir o valor no taxímetro antes da partida. De um modo geral, o valor da corrida não é exorbitante e é possível fazer o pagamento com moedas (uma média de 15 Liras Turcas no centro da cidade). No entanto, o sistema de transporte público passa a ser uma opçãp bem eficaz para trajetos mais curtos. Esse sistema é composto por ônibus, trem, tram, metrô e funicular. 

    Não posso terminar esse post sem mencionar alguns restaurantes que visitamos:

Restaurantes:

Nusr-Et Etiler

Um dos mais lugares mais badalados em Istambul, animado e com uma ótima seleção de carnes. Fica no bairro Besiktas, muito bem frequentado durante o almoço e jantar. 

Topaz Restaurante

Uma boa opção para experimentar a gastronomia local. Preço justo e uma grande variedade de sobremesas turcas no cardápio.

Ulus 29

Aquele restaurante que vale incluir na lista pela vista! Situado a beira do bósforo, oferece uma culinária internacional muito saborosa.

Sunset Grill & Bar

Segue uma proposta parecida com o Ulus e tem uma linda vista para o Bósforo. Necessário fazer reserva.

Ciya Sofrasi

Um dos restaurantes mais tradicionais de comida turca no lado asiático. O restaurante oferece três unidades próximas e vale visitar no almoço ou jantar. Provamos pratos com cordeiro e grão de bico que estavam deliciosos.

_DSC7276

Cecconi´s – Soho House

Filial do badalado restaurante italiano em Istambul. O restaurante especializado em massas e frutos do mar fica no hotel Soho House é aquele lugar para sair com amigos e beber uns drinks.

360 Suada Club

Restaurante localizado em uma ilha no estreito de bosforo. Para chegar ao local, é necessário pegar um pequeno barco-taxi (sem custo). O lugar conta com dois restaurantes especializado em peixes e kebab e uma área externa com piscina e bar que é possível pagar para utilizar. Além da vista, a comida é incrível.

_DSC7301 _DSC7286

Mado

Lugar que nao pode ficar fora da lista! Sorveteria&Doceria com várias unidades espalhadas pela cidade e com sobremesas de dar agua na boca. Visitamos a unidade em frente ao píer de Ortokay e foi o melhor sorvete da viagem!

_DSC7207

Mikla

Coloquei aqui na lista para falar que não gostei (cade aquele emoji com a mão no rosto?). Tirando a vista da varanda, o lugar é super intimista, frequentado por pessoas a negócio e a comida deixa muito a desejar. Sem falar no preço, só é oferecido menu degustação. 

E aí, viajantes, gostaram do post? No proximo comento sobre o meu dia com a guia local Zeynep e todos os lugares que visitamos.

PS. Bon voyage!

2 comentários

  1. Thais em Responder

    Ola priscila, gostaria de saber se teremos o prazer de ler seu poSt sobre maRrakesh ;-)
    Adorei as dicas e fotos do Instagram!

    1. Priscila em Responder

      Olá Thais, com certeza sim! Estou seguindo o cronograma da viagem e acredito que até o fim do mês os posts já entram no ar!! Obrigada pelo comentário

Deixe um comentário