Sicília – a badalada Panarea

_DSC7366

   Um dos lugares mais bonitos da região da Sicília é a ilha de Panarea no arquipélago eólico. Situada bem em frente a ilha vulcânica Stromboli, o lugar é um refúgio romântico e delicioso durante o verão europeu. Seu cenário é composto por casinhas brancas e azul que muitas vezes lembram a paisagem das ilhas gregas e essa não é a única coincidência: o mar mediterrâneo com águas cristalinas também envolve toda a ilha. Como o único acesso é pelo pequeno porto, Panarea preserva os ares de vila de pescadores dos anos 60 e, por lá, o único meio de transporte são os carros elétricos. Mas é a noite quando o lugar ganha um charme extra, afinal é preciso andar com lanternas porque não existe luz elétrica nas ruas. _DSC7570

_DSC7502 _DSC7402

    Algo que me motivou a conhecer a ilha foi a descrição cinematográfica de uma amiga sobre o hotel Raya. Segundo ela, ” um lugar com poucos quartos, rústico, com atendimento super atencioso e lindo de morrer”. Sim, essas foram as palavras dela e não estava mentindo! Assim que chegamos no pequeno porto de Panarea, me encantei com a recepção: havia um motorista do hotel nos aguardando com um carrinho elétrico para acompanhar até a recepção. Fomos recebidos pelo gerente do hotel Sebastiano com um welcome drink (bebida típica a base de limão siciliano) e alguns petiscos. Enquanto degustávamos, ele compartilhou algumas dicas e passou informações valiosas sobre a Sicília! Outro ponto positivo foi que não precisamos preencher nada, pois todo o pagamento e informações já haviam sido acordadas por email e quando chegamos em nosso quarto as malas já estavam em seus devidos lugares como um passe de mágica! 

_DSC7360 _DSC7331 _DSC7417

    O hotel Raya se espalha em várias camadas e se transforma em um verdadeiro conglomerado na face leste da ilha. Próximo ao porto fica a recepção, o restaurante, a boate, o deck para o mar e o bar. Saindo de lá e andando pelas ruazinhas em direção a montanha tem primeiro uma lojinha com roupas artesanais, um antiquário e dois tipos diferentes de chalés. Na última parte do hotel, estão os quartos da categoria premium localizados bem no alto da montanha com uma vista panorâmica belíssima do mar mediterrâneo.  O restaurante do café da manhã e quatro tipos de piscinas também ficam nessa parte, sendo que uma delas é composta com a água do vulcão que sai a 90°C e é resfriada até 30°C para ser suportável na piscina.

_DSC7334 _DSC7527

    O mais fascinante do hotel é que todos os produtos servidos são orgânicos – desde as comidas nos restaurantes ao shampoo dos quartos. Durante a caminhada até o lugar do café da manhã é possível observar várias plantações e hortas que deixam o trajeto ainda mais interessante. Pode até parecer estranho produtos integrais e orgânicos na culinária italiana, mas garanto que a combinação é uma delícia. No primeira refeição do dia, inclusa no valor da diária, tinha uma granola incrível e iogurte, todos feitos no local, além de três tipos de bolos feitos na hora, pães e biscoitos.

_DSC7532 _DSC7379 _DSC7583

    Em Panarea, a principal atividade é alugar um barco para visitar as ilhas mais próximas. Isso acontece pela ausência de praias ao redor da ilha e, por não ventar bastante, o mar se transforma em uma piscina. Em nosso primeiro dia na ilha, deixamos combinado com o simpático gerente da hotel Raya – Sebastiano um passeio para Stromboli e Salina no dia seguinte! Tudo foi combinado em nossa chegada, sem nenhum pagamento antecipado, apenas definimos o horário. O hotel ficou responsável pela negociação e para nossa surpresa um barco de médio porte, com cinco horas de passeio e almoço para duas pessoas ficou no total 100EUR. 

    Nossos dias em Panarea foram memoráveis e, nesse caso, a hospedagem fez toda a diferença! O hotel tem uma localização perfeita, vistas memoráveis e atendimento cordial. Não vemos a hora de voltar!

PS. Bon Voyage!

 

Deixe um comentário