Sicília – a bela Taormina

_DSC7594

    A segunda parada da nossa viagem realizada em Jun/15 foi na bela Sicília, região localizada no Sul da Itália. Após alguns dias na movimentada Istambul, seguimos de avião para Catânia – uma pequena cidade na costa leste com o segundo maior aeroporto da ilha. Como contei nesse post (aqui) chegamos no aeroporto e seguimos direto para Taormina com um transfer já contratado pelo Brasil. A empresa New Travel Services oferece carros para diversos pontos naquela região, inclusive até Milazzo – cidade portuária com saídas diárias para as famosas ilhas eólicas. A pagamento foi realizado via paypal (quantia de 65 EUR – 3pax) rápido e sem nenhuma dor de cabeça. No entanto, sempre gosto de compartilhar uma alternativa de transporte e, nesse caso, uma outra opção para esse trajeto é o ônibus circular com saídas de uma em uma hora na estação do Catania Fontanarossa.

    Ao sair do aeroporto já deparamos com a principal atração daquela parte da ilha: o vulcão Etna. Considerado o mais ativo da Europa, ele é o simbolo da região e o pano de fundo da bela Taormina. A cidade, situada no alto do Monte Tauro, foi a nossa primeira parada na Sicília e foi uma grande surpresa da viagem. Seu ambiente é repleto de influências dos povos gregos, normandos e bizantinos e muitos dizem que é uma das cidades menos italiana de toda a Itália, mas esse ponto eu discordo. O lugar encanta com vielas charmosas, restaurantes com mesas na rua e a badalada Corso Umberto que mais parece uma ruela de Milão com uma ótima seleção de lojas.

_DSC7607 _DSC7609 _DSC7614 _DSC7648 _DSC7652

    O mais fascinante de Taormina é seu cenário dividido, no alto estão os hotéis mais tradicionais, próximos do centro e restaurantes. No entanto, é na baía Mazzaró que está a outra parte da cidade. Situada à beira do mar jônico, o lugar conta com boas opções de hotéis e uma variedade de restaurantes. Quem fica nesse ponto da cidade tem o privilégio de observar outro símbolo da região: Isola Bella. A ilha é a principal atração durante o verão por conta do seu litoral com águas quentes e cristalinas. De um modo geral, o local possui uma pequena praia e grande parte do seu ambiente é ocupado pelos lidos (um espécie de lounge com espreguiçadeiras e guarda-sóis que custam uma média de dez euros por pessoa). Mas a grande atração marítima de Taormina são as suas grutas e para conhecê-las é bem simples: na praia é possível encontrar barquinhos que oferecem passeios a  Grotta Azzurra com duração de uma hora e um custo médio de 20 EUR. É só chegar, negociar e fechar o passeio na hora. 

_DSC7639

_DSC0987 _DSC1006

    Mas nenhum lugar em Taormina é tão bonito quanto o Teatro Grego. A atração, construída pelos gregos no século V A.C, possui uma vista impressionante – de um lado o mar jônico e o do outro o vulcão Etna. Durante o verão, o teatro é palco de diversas apresentações culturais. Normalmente o Taormina Festival começa na primeira semana de Julho e apresenta diversos clássicos da filmografia italiana (mais detalhes aqui). No entanto, visitar esse lugar sem conhecer a sua história é deixar de lado uma grande parte da origem da cidade e para não deixar esse buraco de conhecimento o tour oferecido pela empresa Experience Taormina é altamente indicado. Fizemos esse passeio em nosso segundo dia na cidade e foi uma das melhores experiências da viagem. Além de toda a bagagem cultural do teatro antigo, ainda visitamos pontos como o  Palazzo Corvaja, Odeon – um pequeno teatro romano, a igreja Saint Catherine, Vicolo Stretto – a rua mais estreita de Taormina e a Piazza IX Aprile, local onde é possivel ter uma ótima vista para o Etna e o belo mar jônico. Para nossa felicidade, o passeio não terminou por aí! Co  duração total de quatro horas, no final visitamos um típico bar siciliano para provar um vinho produzido na região. 

_DSC7616 _DSC7623 _DSC7620 _DSC7670 _DSC7671

Circulando pela cidade: Taormina é bem pequena e você pode fazer tudo a pé, até porque andar de carro por lá é desperdiçar a paisagem! Na cidade há uma rodoviária onde você pode pegar ônibus para Siracusa, cidade próxima que vale a pena ser visitada; Castelmola, um vilarejo super charmoso que você chega em 15 minutos. Para acessar a parte do litoral da cidade, é indicado pegar o funicular no centro da cidade (custo por trecho: 3,00 EUR)

Dicas de restaurantes: 

_DSC7663

Lido La Pigna: Restaurante localizado na parte baixa de Taormina e ideal para visitar após uma manhã na praia ou grutas. Ótima seleção de peixes, massas e famoso pela pizza!

Ristorante Vicolo Stretto: Restaurante localizado na rua mais estreita de Taormina e com um ambiente bem charmoso. Aberto durante o almoço e jantar e só aceita reservas.

Trattoria Don Ciccio: Típica trattoria italiana localizada no centro de Taormina. Pratos bem servidos com ambiente e atendimento agradável.

Il Barcaiolo: Restaurante localizado na parte baixa de Taormina e com uma ótima seleção de peixes. O lugar é indicado para almoço ou jantar e oferece uma linda vista da praia. 

 Dicas de hotéis:  

_DSC7603

 O hotel escolhido em Taormina foi o Villa Belvedere localizado na parte superior da cidade. O hotel surpreendeu com o atendimento simpático, quartos espaçosos e uma ótima seleção no cafe da manhã. Localizado a apenas 5 minutos a pé do certinho de Taormina, o lugar fica colado no jardim botânico, é aquele lugar que não precisa de carro para nada. O valor da diária também é bem interessante, uma media de 150 EUR para um quarto triplo. 

    No próximo post, continuo com os textos da serie Sicília! Ainda vamos falar sobre a hospedagem em Panarea e ilhas eólicas e sobre o outro lado da ilha: Favignana, San Vito Lo Capo e Castellmare del Golfo!

PS. Bon Voyage! 

3 comentários

  1. Maria em Responder

    Ola. Adorei o seu blog. estou de olho no instagram tb :-) quando ira publicar as dicas de favignana? estou indo semana que vem. pensando em ficar duas noites. espero que publique a tempo. obrigada

  2. Maria Silvia Hadler Villela em Responder

    Adorei o site!!!!

    1. Maria Silvia Hadler Villela em Responder

      Adorei o site!!!

Deixe um comentário