Roteiro Sudeste Asiático – dicas de Bangkok

_DSC8829 _DSC8834 _DSC8840 _DSC8848 _DSC8869    Bangkok é a cidade mais visitada da Ásia e foi a nossa primeira parada no continente! Comentei (aqui) que a Tailândia foi o nosso ponto de chegada e partida, mas por conta das monções optamos em explorar o destino durante uma próxima viagem. No entanto, ficamos dois dias inteiros na capital e colhemos dicas de amigos (e sites) para fazer o máximo de atividades em pouquíssimo tempo! Quem vai para lá não precisa seguir um roteiro tão frenético (afinal a cidade já tem um ritmo bem acelerado) mas não pode deixar de visitar as atrações abaixo:

    O mais fascinante de Bangkok são os seus templos budistas e rituais religiosos. A cidade não é propriamente “linda” e tem cenários maravilhosos, mas os seus monumentos sagrados são um capitulo à parte. Esses lugares são considerados um “oásis sagrado” em meio a atmosfera vibrante e trânsito caótico da cidade. Sim, vá preparado para enfrentar alguns engarrafamentos, pois é enorme a quantidade de carros nas ruas, sem falar nos tuk-tuks – triciclos motorizados com cabine para dois ou mais passageiros. Por outro lado, maravilhe-se com o moderno sistema BTS Skytrain, meio de transporte público que é quase uma atração turística local, além de eficiente e muito barato! Esse trem suspenso atende a maior parte do centro da cidade. São duas linhas que se conectam na Siam Square e cruzam Bangkok de norte a sul, além de conectar com o sistema de barcos na estação Sathorn Pier.

De fato, a principal atração turística em Bangkok merece uma atenção especial! A vantagem que todos ficam próximos entre si e ao lado do rio Chao Phraya, principal artéria da cidade. Por ele chega-se até Ayutthaya, capital do antigo Reino de Sião, hoje tombada como patrimônio mundial, que concentra ruínas de palácios reais, templos e estátuas do período entre 1350 e 1767. Mas falando sobre os templos, um roteiro bacana pela cidade começa no Grand Palace, um complexo com 100 edifícios do século 18 que ocupam uma área significativa no centro de Bangkok. O palácio principal, que dá nome ao conjunto, foi construído para ser residência do rei e rainha, mas hoje no local acontece alguns eventos da família real. Como a maioria dos templos budistas, não é permitido entrar com roupas curtas ou braços de fora, portanto vá coberto! Mas se o calor estiver de matar (temperatura recorrente) é possível “alugar” uma camisa e sari na entrada dos templos, sem cobrança nenhuma adicional – apenas o pagamento de uma valor simbólico e devolvido após a devolução das roupas. 

    Ao lado do complexo, a apenas 900 metros de caminhada, esta outro templo que merece atenção: Wat Pho. Datado do século 16, é o mais antigo da cidade e abriga um descomunal Buda de ouro e madrepérola inclinado, com 46 metros de comprimento e 15 metros de altura. Neste templo, aproveite para relaxar na Escola de Massagem. Por fim, inclua no roteiro religioso o templo de Wat Arun, que tem uma torre de 80 metros de altura decorada por mosaicos com porcelana chinesa. O templo fica às margens do rio Chao Phraya River e para chegar lá basta atravessar de ferry. Vale deixar esse templo para o fim do dia e aproveitar o visual do por do sol.

    Uma das atrações mais típicas de Bangkok são os mercados flutuantes localizados nos arredores da cidade. A aproximadamente 100 quilômetros do centro, o de Damnoen Saduak é fácil de chegar de ônibus. De volta à terra firme da capital, conheça o enorme mercado Chatuchak, que, nos finais de semana, reúne 15 mil bancas de esculturas, porcelanas, suvenires e artesanatos – tudo sempre “pechinchável”.

RESTAURANTES

Nesse post aqui comentamos sobre os clássicos restaurantes de Bangkok! São os que estão localizados no topo dos hotéis e oferecem uma vista noturna incrível. Abaixo mais algumas opções para incluir no roteiro:

Restaurante especializado em culinária tailandesa, o lugar oferece os clássicos e pratos típicos memoráveis. 

Ambiente lindo, despretensioso e especializado na culinária italiana! Sim, essa é para quem quer dar uma pausa na culinária asiática.

Restaurante localizado dentro de um hotel boutique e que oferece uma visita incrível para o templo Wat Arun. Esse lugar precisa de reserva e vale pedir para sentar na varanda!

Especializado em comida tailandesa. Ambiente simples e pratos bem servidos.

Essa é para quem ama comida japonesa! Restaurante com pratos criativos e ótima qualidade dos peixes.

Um toque francês em Bangkok! Bistro com pratos típicos franceses, lindos e saborosos.

Atualmente o restaurante mais badalado de Bangkok! Atualmente considerado o 13º melhor restaurante da Asia, o lugar oferece um menu degustação com pratos criativos e bem elaborados. Vale reservar com bastante tempo de antecedência! 

VOOS INTERNOS

    A aeroporto Bangkok Suvarnabhumi é ponto de partida para todos os voos internos na Tailândia e para quem quer completar o roteiro com Camboja, Laos e Vietnã. A cia aérea principal do país é a Thai e oferece ótimos voos em aviões novos e tripulação atenciosa. Compramos as nossas passagens pelo site do skyscanner e uma dica antes de embarcar é sempre fazer o check-in online! facilita muito no dia da viagem.

HOTEIS

A cidade de Bangkok é muito bem servida de hotéis com ótima qualidade e preços relativamente mais baixos que outros lugares na Asia. Por lá, é possível encontrar hotéis de bandeiras internacionais e hotéis boutiques com ambiente simples e confortável. Veja só algumas opções:

Situado bem no centro da cidade, esse hotel oferece estatura moderna, wifii em todos os quartos e shuttle para a estação de trem suspensa mais próxima: Chidlom BTS Skytrain Station. Um diferencial é o café da manha incluso na tarifa servido no restaurante Café Claire. 

Com instalações modernas e serviço diferenciado, o hotel da rede Sofitel é uma ótima opção em Bangkok. Localizado no centro da cidade, tem fácil acesso as principais atracões e transporte publico. Para ter uma ideia, o valor da diária nos meses mais movimentados (Nov a Março) é de R$ 450, 00 o quarto para o casal!

E aí, viajantes, gostaram das dicas de Bangkok? 

PS. Bon Voyage!

Deixe um comentário