Dicas do Leitor – Dubai

    Uma das colunas mais acessadas aqui no blog é a Dicas do Leitor – espaço reservado para os leitores compartilharem suas dicas de viagem. Hoje, a leitora Talita Mourão, médica que ama viajar, contou tudo sobre a sua última experiência em Dubai! Vejam só as suas dicas:

GOPR3617IMG_4675A cidade do superlativo! Sem dúvidas, a melhor definição para o lugar que faz questão de ter “o maior” ou “o melhor” das coisas como mote para atrair os turistas – que se encantam cada vez mais pelas maravilhas do Oriente. Nesta cidade, tamanho é sim documento! E ela concentra o maior número de guindastes do mundo, indicando que o crescimento por lá não para. Prontos para o maior edifício, o maior shopping, o melhor hotel… e por aí vai?! Além de ser uma cidade planejada para o turismo, sua localização estratégica permite combinações com muitos outros destinos da Ásia, Europa Central ou África.

Vamos às dicas de quem já esteve por lá em duas ocasiões distintas e que considera esta a melhor cidade turística que já visitou!

A primeira pergunta é sempre: como chegar? Do Rio ou de São Paulo, saem voos diretos pela companhia aérea Emirates, que duram cerca de 14 horas. Mas você pode optar por outras, de acordo com o lugar que planeja combinar no roteiro. South África e KLM são algumas opções para quem deseja incluir, por exemplo, África ou Europa como escalas. Para entrar em Dubai é necessário ter visto, que é feito online e geralmente enviado ao seu e-mail cerca de 48 horas depois da solicitação.

Uma preocupação frequente do visitante é com roupas e costumes locais. Cerca de 70% da população de Dubai é composta por estrangeiros e expatriados, sendo grande o número de ocidentais pela cidade. Logo, você não precisa andar coberta dos pés à cabeça e muito menos precisará usar a abaya – vestimenta típica das mulheres emirates – para circular pela cidade. Mas as regras para visitar uma mesquita são seguidas à risca e cabelos, ombros ou pernas à mostra não são permitidos!

Quantos dias ficar e o que fazer? Eu diria: fique no mínimo 5 dias… mas, se puder, fique mais! Há muito o que ver e o que fazer por lá!

  • CITY TOUR: faça logo no início, de preferência com guia em português (nas duas visitas fiz com a guia brasileira Natalia Arreguy e não me arrependi nada! Educada e atenciosa, sempre disposta a ajudar!) Você entenderá um pouco da cultura local, irá a cantinhos interessantes da cidade como o mercado do ouro e o de especiarias, além de conhecer a “Veneza de Dubai” e o Miracle Garden – um jardim encantador bem no meio da cidade.

IMG_5019 IMG_5021 IMG_5024

  • PARQUE AQUÁTICO – HOTEL ATLANTIS: com ou sem crianças, um day use no hotel – cópia quase fiel do Atlantis Bahamas – proporcionará um dia de tranquilidade, divertido e ainda refrescante, o que não é nada mau frente ao calor que faz na cidade.
  • BURJ KHALIFA: o prédio mais alto do mundo conta com o observatório “At the Top”, localizado no 124o andar, que oferece uma vista de 360 graus da cidade. Uma dica para quem quer ver a cidade do alto com mais tranquilidade é reservar uma mesa no restaurante At.mosphere, localizado no 122o andar do edifício. A vista é a mesma, você economiza a entrada e já garante uma excelente refeição – ainda que o preço seja salgado! Mas acho uma troca válida!

IMG_5048

  • SKI DUBAI: uma estação de esqui dentro de um shopping, o Mall Of Emirates… Do calor escaldante ao frio congelante em alguns minutos!
  • DUBAI MALL: o maior shopping do mundo, com todas as grandes grifes e opções gastronômicas interessantes como o Eataly (Sim! Há uma filial do restaurante por lá!). Há ainda um aquário gigante, o Dubai Aquarium, repleto de peixes, tubarões e arraias, e o Underwater Zoo – que faz parte do aquário – com pinguins fofinhos para alegrar a criançada (ou a criança que existe em nós adultos!). Ao final do dia, a dica é procurar um restaurante na parte de fora do shopping (voltada para o Burj Khalifa), onde poderá assistir ao show das águas dançantes – um espetáculo que ocorre a cada 30minutos, onde as águas “bailam” ao som dos mais diferentes ritmos. Imperdível!
  • BURJ AL ARAB: o icônico hotel em forma de vela, considerado um dos mais luxuosos do mundo, cumpre à risca o que promete: fazer o hóspede se sentir especial! Um mordomo à sua disposição e amenities Hermès são alguns exemplos do luxo que é estar hospedado por lá. Mas não… você não precisa estar hospedado para conhecê-lo! Basta fazer uma reserva em qualquer um de seus restaurantes para ver esta beleza bem de perto! Se puder gastar um pouco mais, contrate o “Culinary Flight”: uma experiência por 6 restaurantes do Burj, que termina no Al Mahara – restaurante famoso por seu aquário gigante.

IMG_4638

  • SAFARI NO DESERTO: uma aventura pelas dunas do deserto, a bordo de um 4×4, que tem início ao final da tarde. Há uma parada estratégica para apreciar o pôr do sol no meio das dunas e depois o passeio segue até uma espécie de acampamento árabe, onde você poderá apreciar a comida local, assistir a espetáculos de dança, fumar a shisha (narguilé) ou até dar uma volta de camelo.

image1-1

  • HOSPEDAGEM NO DESERTO: se você dispõe de um pouco mais de tempo, troque o Safari por dois dias hospedados no próprio deserto… Experiência única! Há algumas boas opções de hotéis, mas minha dica é o Al Maha – resort encantador, com tendas árabes sofisticadas e vista de 180 graus do deserto, onde você pode apreciar as gazelas correndo pelas areias ou bebendo água em sua piscina particular. Há passeios como o rali em uma 4×4 para ver o amanhecer ou o “rali” em um camelo para apreciar o pôr do sol (incluídos no preço). Mas o diferencial deste hotel é mesmo a gastronomia – das melhores que já provei! Luxo total… por um precinho nada camarada… Mas vale cada centavo!
  • ABU DHABI: vizinha de Dubai, merece um dia de dedicação exclusiva! Contrate um passeio até lá (individual se não quiser perder nada) e comece o dia pela Grand Mosque, a mesquita branca de Abu Dhabi. Em uma ou duas horas é possível visitar as salas de reza e andar pelos corredores, apreciando o colorido suave de chãos e paredes– algo difícil de ser descrito, de tão belo! Depois de tanta paz… hora de adrenalina! Faça uma visita à Yas Marina, onde poderá apreciar o circuito de Fórmula 1 (atenção amantes de automobilismo: é possível andar em alta velocidade pelo circuito… e você pode estar ao volante!) e depois divirta-se no Ferrari World, parque temático da famosa escuderia italiana, onde você encontra, entre outras atrações, a montanha russa mais veloz do mundo – a arrancada simula a largada de uma F1 e em 3 segundos você alcança 240Km/h. Adrenalina pura!

IMG_4869 IMG_4813

Agora que você já está por dentro do que fazer por lá… Só mais uma dica: Divirta-se muito!                          

Com carinho, Talita Mourão

Deixe um comentário