Tag: america do norte

Dicas de Rooftops – NYC

    O verão começou em Nova Iorque e um dos programas favoritos é usufruir de algum rooftop. Normalmente localizado no topo de hotéis, esses terraços são compostos por charmosos bares e restaurantes. A proposta é a mesma: bons drinks e vistas espetaculares de Manhattan. Selecionei alguns lugares que podem ser facilmente incluídos em seu roteiro:

Seguindo um conceito roofgarden, o terraço do MET foi eleito pela revista CondeNast  o melhor rooftop da cidade. Possui um ambiente informal e descontraído ao ar livre. A vista do Central Park é maravilhosa e o Martini bar, parada obrigatória. É cobrado uma taxa de USD 20,00 para subir ao último do andar do prédio.

1

Localizado no topo do The McKittrick, o hotel desativado é cenário do famoso espetáculo Off Broadway – Sleep no More. O restaurante/bar possui um ambiente bem arborizado e informal. Quem o visita não pode deixar de provar algumas especialidades do cardápio. Minha dica é combinar as atrações na mesma programação, só não esqueça de fazer a reserva pelo site.

Endereço: 542 W 27th St, New York, NY 10001

2

Localizado no 14andar do mercado gourmet Eataly, essa cervejaria oferece bons aperitivos e pratos italianos. O ambiente remete a uma verdadeiro cervejaria alemã com mesas longas de madeira e decoração informal, no entanto a originalidade italiana está nos antepastos: presunto, queijos, azeitonas e mortadela fazem parte do cardápio.

Endereço: 200 5th Ave, New York, NY 10010

3

Situado no 18andar do James Hotel, o badalado bar é parada obrigatória nos dias quentes. O típico rooftop é ponto de encontro dos apreciadores de musica de altíssima qualidade. O espaço é concorrido e a sua vista impressiona: Rio Hudson e Brooklyn Bridge.

Endereço: 15 Thompson St, New York, NY 10013

A vista é o grande destaque desse rooftop bar localizado no coração Manhattan, em Hell’s Kitchen. De um lado, os arranha-céus de Midtown, de outro o rio Hudson. O local é indicado para quem quer ver e ser visto.

Endereço: 653 11th Ave, New York, NY 10036

4

Situado no segundo andar do prédio, essa cervejaria fica a poucos passos McCarren Park e Berry St, no Brooklyn. Seu terraço oferece um ambiente casual e o bar oferece drinks variados. O local é ideal para quem se interessar em assistir jogos da copa, a programação completa esta no site.

Endereço: 4 Berry St, Brooklyn, NY 11211

E ai, viajantes, alguém tem mais alguma indicação? Coloquem aqui nos comentários.

PS. Bon Voyage!

 

Broadway – O que assitir?

    Mesmo quem nunca foi para Nova Iorque já ouviu falar sobre os espetáculos da Broadway. Conhecidos mundialmente, os musicais são a principal atração noturna da cidade. Atualmente, quem visita a ilha se depara com mais de 50 shows em cartaz e escolher o que assistir não é uma tarefa fácil. Próximo a Times Square, todos os teatros concentram-se em uma área chamada “Theatre DistrictAlguns estão há mais de uma década em cartaz, como o Rei Leão e Fantasma da Opera e para alegria dos visitantes, a cada ano ha novos lançamentos. Abaixo compartilho alguns s espetáculos que já assisti e gostei:

  • Rei Leão

Considerado pelo site Tripadvisor como a segunda melhor atracão turística em Nova York, é uma musical ideal para crianças e adultos. o Baseado no filme da Disney, esse musical esta em cartaz desde 1997. Sua conhecida historia é muito bem retratada pelo elenco afiado e orquestra. Sao varias momentos nostálgicos e de muita emoção. Em cartaz no Minskoff Theatre – 200 West 45th Street.

rei-leao-5

  • Mamma Mia

O espetáculo é uma verdadeira homenagem ao grupo  ABBA. Os maiores sucesso do grupo são executados com ótimas performances do elenco. Foi o primeiro espetáculo da Broadway que assisti e com certeza é o meu favorito. Mamma Mia! conta a história de Sophie, jovem prestes a se casar e que está a procura do seu verdadeiro pai para levá-la ao altar. Em cartaz no Winter Garden Theatre – 1634 Broadway.

mamma mia

  • The Book of Mormoon

Vencedor de nove estatuetas Tony em 2011, inclusive o de melhor musical do ano, o aclamado espetáculo conta através de uma sátira religiosa, a saga de dois jovens missionários que são enviados a Uganda para tentar converter os cidadãos à religião Mórmon. Os fãs de South Park vão se identificar com os diálogos e músicas pois foram compostos pelo mesmo criados do desenho animado. Em cartaz no Eugene O’Neill Theatre – 230 West 49th Street.

o-the-book-of-mormon-london-facebook

Abaixo alguns musicais que ainda não assisti, mas estão na lista da próxima viagem:

  • Matilda

Baseado em um livro infantil, o musical conta a história de uma menina superdotada, porém menosprezada pelos seus pais. O musical britânico estreou em Março do ano passado em Nova Iorque e ja bateu recordes de bilheteria. Em cartaz no Shubert Theatre – 225 West 44th Street New York, NY.

  • Pinpin

O musical foi encenado na Broadway há 40 anos e voltou no ano passado com uma nova versão. A historia é sobre um príncipe que precisa fazer uma difícil escolha – ter uma vida feliz, mas “simples”, ou arriscar tudo por um momento de glória. Um musical muito aclamado pela critica, recebeu um Tony de melhor ator e melhor atriz. O musical “Pippin” é uma combinação de teatro e artes circenses. Em cartaz no Music Box Theatre – 239 West 45th Street New York, NY. 

  • Alladin

Mais um espetáculo baseado em historia da Disney que promete dar o que falar! Com estreia prevista para esse mês (Maio/14), o musical reunirá boa musica, elenco estrelado e alta performance. Em breve New Amsterdam Theatre – 214 West 42nd Street New York, NY.

Já comentei |AQUI| sobre a bilheteria da Tickets, na Times Square. Outra alternativa para compra de ingressos é o site Broadway.com. Nao é o site oficial, no entanto é confiável. Todos os espetáculos estão lá e quem compra no site tem a vantagem de pegar fila e apenas retirar o ingresso na bilheteria. Um site de revenda é o StubHub. Esses sites funcionam como um “cambista” e revendem ingressos de lotes. Normalmente, são atrativos pelos descontos. 

E aí, viajantes, tem algum musical que você adorou ou gostaria de assistir? Compartilhe conosco!

PS. Bon Voyage!

 

 

TOP 10 atrações – NYC

    “When you live New York you ain´t going anywhere” (Quando você deixa Nova Iorque você não vai a nenhum lugar). Essa frase, de um autor desconhecido, representa a paixão despertada por todos que conhecem a cidade. Nova Iorque é completa, com muitas coisas para ver e fazer e, impossível de se realizar em uma única viagem. Sempre que a visito, tenho em mente conhecer lugares desconhecidos, esses descobertos através de dicas de amigos, moradores e até de taxistas. Porém, há algumas atrações que não deixo de visitar como: Metropolitan Museum, Highline, Central Park, Eataly, Chelsea Market.

Abaixo, listo algumas dicas de passeios e atrações que considero interessantes:

  • Roosevelt Island tramway

Esse “bondinho” conecta Manhattan à ilha de Roosevelt. A emoção do passeio está na travessia, por cima do rio Hudson, devido à belíssima vista. O percurso demora, no máximo, dez minutos e o passageiro tem a opção de descer para conhecer a ilha. A estação fica a poucos passos da loja de departamentos Bloomingdales e o pagamento pode ser feito com o Oyster Card, cartão do metro.

Mapa bondinho

IMG_3069

  • Apresentação Woody Allen – The Eddy Davis New Orleans Jazz Band

Toda segunda feira, às 20h45min, a banda de jazz The Eddy Davis New Orleans se apresenta no icônico hotel Carlyle. Até então, a noticia não é tão bombástica a não ser pelo fato que o trompetista do grupo é o famoso diretor Woody Allen. A temporada de 2014 teve inicio em Janeiro e a última apresentação ocorre em 16 de Junho. O valor da entrada não é muito amigo, USD 145,00 por pessoa, mas vale a experiência. (SITE OFICIAL)

  • Musical Broadway: The Book of Mormon (Eugene O’Neill Theatre)

Consegui ir neste espetáculo somente em Londres, pois quando fui comprar, em Nova Iorque, os ingressos já estavam esgotados há muito tempo. Vencedor de diversos Tony´s, o teatro supera todas as expectativas por seu humor irônico e afiado. A temporada encerra em Novembro de 2014.

  • Rooftop – The Gansevoort 

Ótimo programa para final de tarde ou também para os maridos que aguardam (calmamente) as esposas nas compras do Meatpacking. A variedade de rooftop em Nova Iorque é reconhecida mundo afora e o meu favorito é do hotel The Gansevoort. O happy hour começa por volta das 17hs e a vista do por do sol é espetacular.

  • Chelsea Market – Creperie Suzette

O Chelsea Market está na minha lista de lugares que sempre visito em Nova Iorque. O prédio era a antiga fábrica de bolachas Oreo e foi inteiro revitalizado, preservando sua arquitetura original. Hoje é um dos lugares mais “cool” de Manhattan, lá você encontra de tudo: o famoso restaurante chinês Buddakan e o japonês Morimoto, a Antropologie e a loja de acessórios para cozinha.

foto

  • Brooklyn Bridge

Passear pela a Brooklyn está entre as atrações mais conhecidas do Financial District. Porém, esse passeio ficou mais completo de uns tempos para cá e visitar o Brooklyn Bridge Park virou parada obrigatória. O parque possui uma das melhores vistas de Manhattan e muito concorrido aos finais de semana.

  • Governador´s Island

A Governor’s Island é uma pequena ilha localizada ao extremo sul de Manhattan que abre aos visitantes apenas durante o verão e início do outono às sextas, sábados e domingos. A melhor forma de chegar à ilha é de Ferry, na estação Battery Maritime Building (ao lado do Battery Park) e demora pouco mais de 20 minutos. Uma das melhores formas para explorá-la é de bicicleta, pois não é permitido o uso de veiculo nas redondezas. O que vale visitar é a casa do governador, as apresentações de rua e uma feirinha de antiguidades. Após o passeio, minha dica é continuar pelo Brooklyn. Há um ferry que conecta a ilha ao Pier 6.

  • Central Park

Uma das atrações mais aguardadas, durante o verão, em Nova Iorque é o “Shakespeare in the Park”. O palco das apresentações é o Delacorte, celebre teatro público ao ar livre no Central Park. Neste ano, o musical “Much Ado About Nothing” comecará a ser exibido a partir do dia 03 de Junho até 06 de Julho. Os ingressos são gratuitos e distribuídos, dois por pessoa, no teatro no dia do show. Uma alternativa, para adquirir os ingressos de forma online é através do site www. Shakespeareinthepark.org. Porém, a inscrição não é garantia, pois é realizado um sorteio virtual.DSC01664

PS. Bon Voyage!

Instruções para o roteiro – NYC

DSC01635    Nova Iorque é um destino cada vez mais procurado pelos brasileiros, certo? isso acontece devido às inúmeras possibilidades que uma cidade cosmopolita oferece. A ilha se reinventa e nela um distrito industrial pode se tornar o bairro mais cool do momento. Em todas as minhas visitas, conheci lugares surpreendentes e a organização prévia foi essencial para uma proveitosa viagem. Separei algumas dicas muito úteis:

  • Planejamento é fundamental em viagens. Elabore um roteiro contemplando uma atração turística, bairro a ser visitado, restaurante, lojas e um passeio diferente. Lembre-se: Inclua os horários de funcionamento.
  • Se o seu roteiro comportar até seis atrações turísticas, vale a pena comprar o New York City Pass. Para adquiri-lo é bem simples, basta acessar o site http://pt.citypass.com/new-york. Após, é só ingressar na fila da primeira atração para retirar o booklet com todos os cupons.
  • Faca reservas dos restaurantes que deseja conhecer. Sempre utilizo o site http://www.opentable.com/home.aspx em minhas viagens aos Estados Unidos. Para reservar, é preciso disponibilizar um e-mail e o telefone para contato.
  • Os melhores dias para visitar os museus da cidade são de terça a sábado. Normalmente, domingo e segunda estão fechados.
  • Confirme se o seu hotel recebe compras online e se cobrará alguma taxa de recebimento. Isso já ocorreu comigo e não foi uma experiência muito agradável.
  • Quer conhecer a estátua da liberdade e não perder muito tempo? Escolha um dia quente e faça o passeio com o water taxi. A facilidade é que com o passe você pode subir e descer onde desejar.
  • Alguns aplicativos facilitarão os seus dias em NYC. Minha dica são os app New York Subway map e Tkts, esse compila todas as promoções que estarão disponíveis no guichê da Times Square e outros. Se vc estiver a procura de algum show, consulte o app Let’s Go site Viagogo.
  • Uma maneira muito prática de conhecer NYC é de bicicleta. Como em muitos países, as bicicletas para aluguel estão em toda parte. O valor da diária é USD 9,95 e para encontrar as estações baixe o app New York Citi Bike (Free).
  • Quer fazer um programa diferente no Central Park? Consulte o site oficial do parque e confira a programação durante a sua estadia. No verão, o parque recebe diariamente um festival chamado “Shakespeare in the Park“. Sao apresentações gratuitas e os ingressos podem ser retirados logo pela manha no Delacorte Theather. 

PS. Bon Voyage!

 

A despretensiosa jóia mexicana – Tulum

   As ruínas de Tulum estão entre as grandes atrações da Península de Yucatan. A zona arqueológica, uma das mais preservadas do México, revela uma antiga cidade construída pelo povo maia. A fortaleza abrigava altares ancestrais, um importante porto e foi habitada antes da invasão espanhola. A cidade foi completamente abandonada em 1598, apenas oitenta anos após a sua construção. O local foi transformado em uma atração turística e localiza-se a 63 quilômetros de Playa del Carmen. Aberto das 8h às 17h, o parque se divide em duas áreas: na entrada estão as lojas, restaurantes e balcão de informações. Depois de um trecho está a bilheteria e após um quilometro estão as ruínas. Esse caminho pode ser feito de trenzinho e o transporte custa US$ 3,00 por pessoa. A passagem estreita é a porta de entrada para o enorme parque. A principal estrutura é o Castelo e a partir dele que se tem a melhor vista com o mar das Caraíbas ao fundo. Os jardins são extremamente bem cuidados e todo o caminho sinalizado. Não estranhe encontrar com alguma iguana, elas estão por toda a parte. É um passeio tranquilo, que não requer muito preparo físico.

DSC03570 DSC03572 DSC03573 DSC03577 DSC03578 DSC03580

COMO CHEGAR

    Os meios de transportes que levam ao parque são bem variados. A partir de Playa del Carmen, o mais em conta é o ônibus, com saídas diárias da rodoviária e custo individual de US$ 3,00. O mais indicado é alugar um carro ou contratar um motorista. Essa foi a minha escolha e o simpático Santiago nos acompanhou durante todo o dia. Estávamos em seis pessoas e a van custou US$ 22,00 por pessoa.

DSC03584 DSC03585

O QUE VISITAR (Além das ruinas)

    Na prática, a cidade de Tulum está dividida em duas partes. Uma delas é uma cidadezinha (pueblo) que se desenvolveu à beira da estrada 307 (batizada como Avenida Tulum nos limites urbanos), que leva à Cancún. A outra é a Tulum praiana, infinitamente mais convidativa e que se estende por uma faixa de areia de 15 quilômetros. Essa zona abriga hotéis “ecochiques” e restaurantes badalados. Nosso almoço foi no charmoso Casa Banana, no final da avenida e foi uma ótima experiência de fim de tarde. Para entender um pouco mais sobre a rotina dos visitantes de Tulum, siga essas dicas: acordar cedo, ficar durante o dia na praia e sair a partir das 18hs para os restaurantes.  Outra programação, próxima do local, são os cenotes – rios localizados em cavernas. Na maioria deles é possível praticar mergulho com snorkel, e alguns são tão profundos que permitem até o uso de cilindro.

E ai, viajante, já foi para Tulum? Compartilhe aqui sua experiência!

PS. Bon Voyage!