Tag: compras

Enxoval em Nova York – Parte II

new-york-brooklyn-bridge-sunset

Continuando a série de posts com dicas de enxoval em Nova York, hoje vou comentar com vocês sobre as principais lojas na cidade. No post anterior falei sobre os motivos para fazer um enxoval fora do país, onde se hospedar, dica da lista de produtos/roupas e algumas regras para não ser taxado no Brasil (para ler o post completo clique AQUI). No entanto, mesmo com essa introdução, surgiram dúvidas sobre as vantagens de viajar a Nova York e principalmente a diferença entre as cidades mais populares de compra nos Estados Unidos: Miami e Orlando. Então vou aproveitar para dar a minha opinião. 

Como em qualquer destino, é possível encontrar alguns pontos positivos e negativos. Vale pensar o seguinte: o fator economia não é tão bem estabelecido em Nova York, afinal a taxa e impostos de compra são mais caros (o valor varia entre 8% e 8,75%) e a diária dos hotéis esta entre as mais altas dos Estados Unidos. Sendo assim, fazer as compras na Flórida pode ser um pouco mais barato, pois a taxa é mais baixa – entre 6% e 7% (lembrando que esse imposto é cobrado em todos os lugares, seja em lojas de roupa, lojas de eletrônicos, perfumes, comidas, nos supermercados, entre outros. O imposto não está incluso no preço do produto e ele só é calculado na hora que estiver passando as compras no caixa). No entanto, colocando na ponta do lápis, a diferença do imposto e diária do hotel pode ser “amortizada” com uns gastos a mais que a viagem a Florida necessita. Por ex., em Manhattan é possível visitar todas as lojas a pé! Sim, não há necessidade de alugar um carro (leia-se pagar combustível, taxas, estacionamento..) e o transporte público funciona muito bem. Por lá, as principais lojas (leia-se Buy buy Baby, Baby “R”Us, Carters, Baby Gap e por aí vai) oferecem um serviço de entrega das compras no hotel e o valor é bem baixo, uma média de oito dólares (muda conforme a localização do hotel e a entrega é realizada no mesmo dia). Outra vantagem é o cenário cultural de Nova York. Enquanto em Orlando só é possível visitar os parques, na cidade não faltam opções de museus, restaurantes, teatros, passeios para as futuras mamães e os acompanhantes. Já em Miami tem a praia e um diversos restaurantes para visitar! Resumindo, a grande vantagem de fazer uma viagem de enxoval nos Estados Unidos (independente da cidade!) é a variedade de produtos que não são encontrados no Brasil e o baixo preço das roupas/acessórios. A viagem une o útil ao agradável: passear com o marido antes do bebê chegar e fazer as compras. 

Agora vamos a seleção de lojas em Manhattan:

### LOJAS INFANTIS ###

A principal loja de bebes dos Estados Unidos, lá você encontrará cerca de 70% dos produtos da sua lista. Em Nova York é possível encontrar duas unidades, uma em Midtown e outra no Upper East Side. Visitei a loja de Midtown e posso afirmar que a variedade de produtos é muito completa. Na loja é possível encontrar desde roupinhas da Carter’s, First Impressions, Nike, a produtos de alimentação, amamentação, higiene, carrinhos e brinquedos. A vantagem é que a Buy buy Baby vende das marcas mais baratas até as marcas mais caras e importadas (principalmente no departamento de carrinhos). Dica para organização: vale separar ao menos três horas do dia para ficar na loja. Para otimizar o tempo da viagem, uma sugestão é se cadastrar no site da loja para ganhar um cupom de 20% desconto nas compras e montar com até cinco dias antes da viagem a lista pelo site. Eles oferecem um serviço de pré-compra e depois só retira os produtos na loja física. Não deixe de solicitar a entrega no hotel no momento da compra. 

Endereço: 270 7th Avenue, Telefone: (917) 344-1555

baby r us

Semelhante a Buy Buy Baby, a loja possui uma gama completa de produtos para enxoval dos bebês. Como a loja faz parte do grupo Toys’R’Us, sua seção de brinquedos é bem abastecida e é possível encontrar as principais marcas: Baby Einstein, Manhattan Toys e Fisher-Price, além dos famosos brinquedos educativos da Melissa&Doug. A rede possui uma unidade em Nova York localizada em frente a praça Union Square (ao lado do Eataly).

Endereço: 24-30 Union Square East, Telefone: (212) 798-9905

Esta loja, localizada no Upper West Side (ao lado do Central Park), possui uma infinidade de produtos de todas as categorias: amamentação, alimentação, brinquedos, roupas, acessórios, entre outros. No entanto, a grande vantagem é a sua ponta de estoque de carrinhos que acabaram de sair de linha! Os preços são bons e dá para ter uma ideia pelo site. 

Endereço: 715, Amsterdam Avenue & 95TH Street  

giggle_ny_interior-lojaEsta foi uma das lojas que mais gostei de visitar durante a viagem! Achei a seleção de produtos bem atualizada, completa e com marcas mais exclusivas. Por lá é possível encontrar roupas mais modernininhas para os bebês, livros e produtos para decoração do quarto, além de carrinhos e berços. A loja possui duas unidades próxima do Central Park e outra no Soho. Dica: é possível fazer compra online e eles também entregam os produtos no hotel. 

Endereços: 120 Wooster Street, Telefone: (212) 334-5817 / 1033 Lexington Avenue, Telefone: (212) 249-4249 ou 352 Amsterdam Avenue, Telefone: (212) 362-8680

### LOJAS DE DEPARTAMENTO COM SEÇOES INFANTIS ###

Uma das lojas de departamento mais famosa de Nova York foi o lugar com os maiores “achados” de roupinhas para o bebê. Visitei a loja em meu terceiro dia de viagem e fiquei impressionada com os valores! Cheguei a pagar 2 dólares em camisetinhas polo e 4 dólares nas bermudinhas. A seção infantil fica no 8º andar da icônica loja na 34th St. e, por conta dos valores promocionais, vive lotada! Por isso, vale chegar cedo para encontrar a loja mais vazia/organizada. 

A loja de desconto conhecida pelos brasileiros tem uma grande seção de produtos infantis. Dá para imaginar que a seleção é bem confusa, mas com um pouco de paciência é possível fazer grandes achados! Dica: a loja não oferece o serviço de entrega no hotel.

Endereço: 1972 Broadway, Telefone: (212) 518-2121

Loja com uma excelente variedade de produtos de cama e banho para o bebê. Por lá é possível encontrar toalhas de diversos tamanhos, jogos de lençol para o berço, mantinhas de carrinho, brinquedos e bolsas para a maternidade. Uma vantagem é que a loja oferece um serviço de personalização pelo site. Então quem faz uma compra online pode personalizar os itens e mandar entregar no hotel! Caso queira fazer isso na loja física, o prazo de entrega é de aproximadamente uma semana. 

pottery_barn_kids_personalizado pottery_barn_kids_personalizado_2Endereço: 1311 2nd Ave – Upper East Side

### LOJAS DE ROUPAS ###

Esta loja dispensa apresentações! A queridinha no quesito “roupinhas de bebê”, oferece produtos com preço e qualidade muito boa. Certamente assim que começa a montar a lista de roupas, o body branco da Carter’s é um dos itens que vem em primeiro lugar. A marca possui uma loja em Manhattan, no entanto é um pouco fora de mão porque fica afastada do centro. Sendo assim, a boa pedida é visitar a loja do outlet – Woodbury Common. A variedade de produtos impressiona (para meninos e meninas) e a grade de numeração é bem completa. Assim como em outras lojas da marca, é possível ganhar desconto em cima de desconto – basta se cadastrar no site oficial (aqui) e levar impresso um cupom promocional que dá 25% de desconto no valor total da compra. 

Outra loja que vale a pena visitar no outlet! A loja possui roupas, acessórios e sapatos para crianças e bebês. Sua variedade de produtos é menor, no entanto as peças são feitas com material de qualidade e a loja tem grandes descontos.

Assim como a Carter’s, a baby Gap é uma das favoritas das mamães. As roupas são lindas, com muita variedade de produtos (body, calças, shorts, camisetas, vestidos, meias, sapatos e por aí vai). Em Manhattan é possível encontrar diversas lojas, no entanto vale uma passada na loja do outlet por conta dos preços promocionais. 

Boa seleção de roupas, acessórios e sapatos para bebês e crianças, tudo bem baratinho, incluindo muitas peças básicas.

  • Neiman Marcus Off

Mais uma loja famosa de rede americana que vale a pena entrar e dar uma bisbilhotada! A seção infantil fica no fundo da loja e repleta de roupinhas de todos os tamanhos/idades. Com um pouco de paciência é possível fazer grandes achados!

“No Woodbury Outlet você encontra muitas opções para montar o enxoval do bebê. Várias lojas, várias marcas e preços mais baixos. Caso sobre mais um dia na programação, uma dica é o Tanger Outlet Deer Park – localizado a 40min de Manhattan e com ótimas lojas: Carter’s, Crewcuts, Gymboree, Janie&Jack, Toys “R” Us, entre outros”.

woodbury_outlet_ny

/// Dica transporte outlet: esta foi a quinta vez que fui para Nova York e posso dizer que já utilizei todos os meios de transportes para ir ao outlet Woodbury (que fica afastado de Manhattan, na cidade vizinha New Jersey). Como nessa viagem estava com a minha mãe, fui para o outlet de ônibus e foi uma grata surpresa! O trecho é operado pela empresa Gray Line e os ônibus saem da principal rodoviária de Manhattan – Port Authority Bus Terminal (42nd Street e 8th Avenue). O valor do ticket para ida/volta é 42dol por pessoa e pode ser adquirido online (aqui). As saídas dos ônibus começam pela manhã (as 09hs) e o retorno até as 21hs – sendo que a duração da viagem é de uma hora. Dica: essa é bem batida, mas vale a pena levar uma mala para guardar todos os produtos adquiridos no outlet, pois na volta basta deixar a mala no bagageiro do ônibus – diminuindo a chance de confundir as sacolas com de outra pessoa. 

### LOJAS DE ROUPAS FAST-FASHION ###

 

Com diversas lojas em Manhattan, a seleção infantil da gigante rede norueguesa tem uma grande variedade de peças morderninhas para os bebes e crianças. Vale visitar a loja próxima da Macy’s.

A loja mais barata do grupo Gap, a Old Navy oferece uma grande variedade de produtos para crianças e bebes. As meias são ótimas ;)

A gigante espanhola nao deixa a desejar em nada na sua seção infantil. As roupas seguem a coleção da loja e por lá é possível encontrar muitas camisas, vestidos, calças jeans e acessórios para as crianças e bebês. Acho a seleção de sapatinhos imbatível – são lindos!

### LOJAS DE ROUPAS DE GRIFE ###

 

Já comentei sobre esta loja no post anterior! Ótima seleção de roupinhas com um preço mais elevado que as demais. Como em Manhattan só é possível encontrar uma pequena loja, a dica é aproveitar os preços promocionais do site e mandar entregar a compra no hotel. Fiz isto e valeu a pena! 

Comentei sobre esta loja no post anterior! Vale visitar a loja fisica, mas o segredo é otimizar o tempo e aproveitar as promoções do site. Os pijamas da marca são bem famosos e feitos com algodão pima. 

Na região da Madison Avenue é possível encontrar uma concentração de lojas de grifes: Ralph Lauren, Jacadi, BonPoint, CATIMINI Petit Bateau.

 

/// LOJAS PARA AS MAMÃES ///

 

Loja com a melhor seleção de produtos para amamentação em Nova York. Por lá é possível encontrar diversas marcas de sutiãs, bombas para tirar leite e utensílios. A vantagem é que a loja conta com funcionárias que entendem tudo sobre o assunto e estão prontas para ajudar.

Para quem procura calças e roupas de grávida, sutiãs de amamentação, esta loja tem uma ótima seleção de produtos! A loja possui jeans das marcas: AG (foi a minha favorita!), 7 for all makind, joe’s jeans, paige, entre outras. Vale visitar a unidade que fica dentro da loja Macy’s.

Vamos então às dicas de como planejar a compra do enxoval do bebê nos EUA: 

1 – A primeira dica é montar uma lista detalhada com o que realmente você vai precisar para não cair na tentação e comprar muita coisa a mais! Como de se esperar, as lojas americanas são enormes e com uma variedade do mesmo produto – a lista vai otimizar tempo e dinheiro!  Não deixe de se organizar com as roupinhas conforme a idade x estação do ano. Sem a ajuda de alguém, este detalhe pode passar despercebido e um erro comum é comprar o que mais terá de oferta na loja. 

2 – Monte uma programação da seguinte forma: primeiro dia da viagem destinado a compra de produtos. Visite as lojas principais como Buy Buy Baby, Babies ‘R’ Us, entre outras. Deixe para o segundo dia a compra das roupinhas, se possível visite algum outlet, pois certamente será mais barato. O terceiro dia pode ser destinado para compra dos itens pendentes: roupinhas para sair, enfeites para o quarto, farmácia, por aí vai. Não deixe de incluir no roteiro os horários da lojas.

3- Cadastre-se nos sites das lojas que mais gostar para receber cupons de descontos por email e utilizar nas compras. Americano adora cupom de desconto e um dos sites mais famosos é o DealsPlus – sendo assim, vale se cadastrar e imprimir os cupons que valem a pena.

4- O site PriceGrabber é uma espécie de Buscapé americano no qual faz uma comparação dos produtos mais baratos. Para deixar a lista mais otimizada, compare os preços entre as lojas antes de fechar (ótimo serviço para os maridos!).

5- Comprar online realmente vale a pena! Antes de reservar o hotel, mande um email para a recepção e confirme se eles cobram para receber caixas antes do check-in. Se não, aproveite para otimizar o tempo e comprar artigos básicos no site da Amazon. Isso vai poupar muito tempo perambulando pelas lojas, sem achar aquilo que realmente esta procurando!

6- A medida que for comprando, lembre-se de tirar tudo das caixas, as etiquetas e guardar os manuais junto com as notas fiscais (se for solicitado na alfândega, você terá tudo separado). Não se esqueça de riscar da lista o que já foi comprado porque garanto “quando chegar no terceiro/quarto dia da viagem você não lembrará de mais nada”.

7- Lembre-se de sempre levar um kit com balança de mala (não espere para pesar no aeroporto), sacos plásticos com lacres, fitas adesivas para lacras os cremes, shampoos e sacos a vácuo para guardar as roupinhas (sempre compra na Kalunga da marca Easy Space). 

E aí, futuras mamães, gostaram das dicas de hoje? No próximo post, compartilho dicas dos restaurantes e passeios que fiz durante a viagem a NYC!

PS. Bon Voyage!

Roteiro Paris – Museu do Louvre a St. Germain

    Paris faz parte do imaginário das pessoas. A cidade está sempre associada a diversos temas, como: moda, sofisticação, romantismo, entre outros. De fato, a capital francesa é multifacetada e pode se adequar a todo tipo de viagem, seja com amigas, casal ou a trabalho. Visitei Paris pela primeira vez em 2008, ano que morei em Londres e tive a oportunidade de conhecer alguns países vizinhos. Naquela época, o meu roteiro de cinco dias incluía praticamente todos os pontos turísticos, uma programação frenética. Voltei recentemente com o meu marido e fizemos passeios mais livres, sem cobrança de horários ou pressa para completar o cronograma do dia. Acredito que a melhor forma para elaborar um roteiro mais “leve” em Paris é dividindo-o por região. Todas podem ser percorridas a pé ou de bicicleta.

Roteiro St. Germain

Roteiro 1 dia_Paris

    Um dos lugares mais charmosos e agradáveis de Paris é o bairro de St. Germain. Próximo ao rio Sena,o local é arborizado e repleto de restaurantes e cafés. Além disso, as lojas mais descoladas possuem endereço fixo no distrito. Para chegar ao local, minha sugestão é iniciar o roteiro pelo Museu do Louvre. O local é um símbolo de Paris e um dos museus mais frequentados do mundo, a estimativa é de 8 milhões de visitantes anuais. A visita ao museu já começa de forma imponente, com a pirâmide de vidro dando as boas vindas aos apreciadores de arte. A caminhada começa após a primeira parada e todo trajeto é realizado a beira do Rio Sena. A travessia, para o outro lado do rio, pode ser feita pela Pont des Arts e em pouco menos de vinte minutos de caminhada você já avistará o próximo destino, catedral de Notre Dame. A catedral é uma das mais antigas de Paris e considerada uma obra prima da arte gótica. A catedral fica na charmosa Île de la Cité, considerada o marco zero de Paris, e ostenta vitrais originais do século XIII. Quem visita a Notre Dame ainda tem a possibilidade de subir em seu topo e apreciar sua bela vista.

Notre Dame

    A próxima atração deste roteiro é o Panthenon, local onde descansam os mais célebres nomes da história Francesa. O monumento histórico é um dos grandes pontos turísticos de Paris e vale a pena ser visitado. A poucos metros de distância está o Jardim de Luxemburgo. O local é considerado o maior parque público de Paris, seu interior possui mais de cem estátuas, monumentos e chafarizes. Durante o fim de semana, seu lago central recebe diversos veleiros de controle remoto e vira a grande atração da criançada.

DSC02152 DSC02159

    O destino final desse roteiro é o Cafe Flores, em St. Germain. Uma mistura de bistrô/café ícone dos tempos boêmios do bairro. O local oferece um cardápio genuinamente francês e possui ótimo atendimento. Optei por este restaurante, no entanto são diversas opções no bairro (confere a lista AQUI). Próximo ao café, localizam-se diversas lojas de ruas como a icônica britânica Burberry, Emporio Armani, Zara, Kenzo, Gap, entre outras. Outra atração do bairro é a farmácia City Pharma. O local está sempre lotado e possui uma variedade de dermocosméticos imbatível.

PS. Bon voyage!

Londres – Roteiro 2º dia

    O Sanctum Soho fica a uma quadra da charmosa rua Carnaby St. Já comentei sobre ela AQUI e além de lojas e restaurantes, o local possui uma filial da padaria mundialmente conhecida Le Pain Quotidien. Nosso café da manha, do segundo dia, começou por lá. Seguindo o mesmo conceito das outras franquias, o local oferece a tradicional cesta de pães orgânicos, chocolate quente e parfait de iogurte (é sempre o meu pedido).  As lojas ao redor do hotel abrem a partir das 09:00hs e iniciamos nosso dia por lá.

 Regent St.

    Picadilly é uma praça circular que liga Londres a muitos lugares ideais para lazer e entretenimento, restaurantes, bares, teatros e lojas. Uma loja importante na praça é a Lily White, sao mais de seis andares dedicados a itens esportivos. Porem, a rua imperdível de compras é a Regent St. Diversas marcas mundialmente conhecidas têm sua flagship store no local. A primeira loja da Apple, fica lá. Alem de lojas como Zara, Mango, Tommy Hilfiger, Banana Republic, Jaeger, Calvin Klein, Ferrari, H&M, Levi’s, Benetton, Hugo Boss, Lacoste, L’Occitane, Hollister Co, Nike, Zara, Ted Baker, Topshop, Timberland, Gap e Burberry.

DSC02006 Oxford Street

    É a rua mais democrática para compras. Indicada aos que buscam preços mais acessíveis nas lojas fast fashion ou para quem procura itens mais luxuosos. Logo na saída do metro Oxford Circus, esta a flagship da Topshop, com mais de 8.000 m2, é considerada a maior loja de moda high street do mundo. Minha dica é separar uma hora para explorar bem o local! Na rua também tem lojas da Zara, Acessorize, H&M, Urban Outfitters, Aldo e a famosa loja de departamento Selfridges.  No final da rua esta a Primark, loja com preços reduzidos.

 Bond St

    Local com as lojas mais exclusivas de Londres. Quem visita a rua, encontra uma das melhores seleções de lojas de luxo. Marcas como Chanel, Cartier, Dior, Hermes, Miu Miu e Prada possuem flagships na Bond St.

L1020980

     Após caminhar por todas as lojas, já estávamos próximo ao The Mall, rotatória que conecta o Palácio de Buckingham e o St. James’s Palace. É no palácio que ocorre uma das cerimomias mais tradicionais de Londres – troca da guarda. O evento ocorre sempre às 11:30hs, diariamente de maio a julho e em dias alternados no restante do ano. Depois, seguimos para a estação de metro St. James Park e nossa próxima parada era a estação de metro Knightsbridge. Do Brasil, já havia reservado nosso almoço no Bar Boulud pelo site Top Table. O restaurante localiza-se no hotel Mandarin Oriental, ao lado do Hyde Park e da loja de departamento Harrod’s. O conceituado chef Americano Daniel Boulud, oferece em sua filial britânica, as especialidades da gastronomia americana. Portanto, não estranhe encontrar hambúrguer no cardápio.

DSC02026 DSC02029

     Um dos lugares mais característicos de Londres é o bairro de Camden Town. Você pode visitá-lo qualquer dia da semana, porem somente aos finais de semana que todas as lojas estão abertas. A região é famosa por seus mercados que vendem absolutamente tudo: comidas, roupas, acessórios e antiguidades. Aos domingos, ocorre uma feira ao ar livre. A melhor forma de chegar ao local é de metro, estação Camden Town.

DSC03933 foto-8    Meu segundo dia, em Londres, terminou no Prince of Wales Theatre, próximo a Piccadilly Circus. É neste teatro que a peça The Book of Mormoon está em cartaz. O musical faz uma sátira inteligente entre o fanatismo da religião Mormon e a condição de pobreza de Uganda. Os ingressos são super concorridos e me antecipei comprando pelo site do Ticketmaster.

E ai, viajantes, gostaram das dicas do segundo dia do meu roteiro? Amanhã tem mais!

PS. Bon Voyage!

 

Aloha from Hawaii

Montagem havai 1    Sempre tive o sonho de conhecer o Havaí. Sua cultura mundialmente conhecida, as belas praias e suas ondas de dez metros faziam parte do meu imaginário. Além de admirar o estilo de um povo extremamente democrático, que mantém suas origens. Sozinho no meio do oceano pacífico e com o título de local mais afastado do mundo, o Havaí é composto por um arquipélago de oito ilhas principais, sete delas habitadas: Maui, Kauai, Lanai, Molokai, Nihau, Big Island e a principal, ou melhor, mais movimentada Oahu. A Capital do Havaí, Honolulu, recebe milhares de turistas durante todo o ano.

    Fiquei hospedada em um hotel boutique , próximo a avenida principal Kalakaua, em Honolulu. É nesse local que concentram-se grande parte dos resorts de luxo da ilha e uma parte importante do comércio. A praia de Waikiki é a principal, famosa por seu pôr do sol cinematográfico. As opções de hospedagem na região são diversas: O luxuoso Westin Moana Surfrider, o Royal Hawaiian Hotel, Sheraton Waikiki e Halekulani Hotel. Um pouco mais a frente, fica o Hilton e o The Modern Honolulu. Todos os hotéis são interligados e abastecidos de lojas e restaurantes. Muitas marcas famosas migraram para essa local formando um potencial centro de compras. De fato, comprar no estado havaiano é muito vantajoso. O local possui a menor taxa dos Estados Unidos, apenas 4,35%. Outra opção de compra é o shopping Ala Moana, situado no coração da ilha. Possui uma seleção de lojas bem diversificada – Da célebre Chanel a disputada  fast fashion Forever 21.

    Antes de começar a explorar as diversas praias que fazem parte da ilha, sugiro separar dois dias do seu roteiro para conhecer um pouco da história local. Umas das atrações mais importantes de Oahu é o Polinesian cultural center. O parque temático visa apresentar as diferentes culturas polinésias. Foram eles que descobriram o Havaí e fazem parte do desenvolvimento de sua civilização. O local oferece diversas atrações para o turista, um espécie de Disney havaiana. Recomendo assistir ao típico luau, representado por mais de cem dançarinos nativos. O local fica a aproximadamente uma hora do centro de Waikiki, portanto programe-se para ficar o dia inteiro fora.

    O Parque Histórico de Pearl Harbour é parada obrigatória. A base militar é a atração mais procurada da ilha e a única com título de patrimônio nacional. No complexo, o visitante é recepcionado por antigos fuzileiros navais. Crianças e adultos formam filas para cumprimentar os heróis da guerra. Seu interior é composto por galerias que retratam fragmentos da história. Aos interessados, é possível percorrer o local com um guia qualificado. O passeio mais emocionante e concorrido é o do USS Arizona memorial. A visita começa com um barco que parte do complexo e leva ao memorial flutuante, construído sob o casco afundado do navio de guerra.

DSC02327

DSC02339

DSC02336

DSC02347 DSC02356

    Se tem uma fruta que marca esse arquipélago é o abacaxi. Na ilha de Oahu o cultivo é uma das principais fontes de renda dos produtores locais. Inclusive, a caminho de North Shore esta a base da Multinacional Dole. Os turistas podem conhecer as dependências do local e entender um pouco mais da sua história. A empresa nasceu no Havaí e hoje esta presente em mais de 90 países. Ótimo lugar para levar crianças e aprender um pouco sobre o cultivo! A ilha americana possui diversas atrações, no próximo post comento sobre as praias.

PS. Bon Voyage!